Polícia

Em fuga, traficante é morto pela polícia; no carro havia drogas e munições

No Azera havia 1,3 tonelada de maconha e 332 munições

Midiamax Publicado em 19/04/2015, às 00h40

None
img-20150418-wa0121.jpg

No Azera havia 1,3 tonelada de maconha e 332 munições

Um traficante de drogas, que dirigia um Hyundai Azera, portando 1341 quilos de maconha, além de 332 munições (para quatro tipos de armas diferentes), foi morto na tarde do sábado (18), depois de uma troca de tiros em uma mata próxima a Anhanduí, distrito de Campo Grande.

Identificado como Marcelo Antônio Faria, de 33 anos, segundo a polícia, o homem chegou a atirar de dentro do veículo em policiais, antes de fugir pela BR-163, até deixar o carro no acostamento e tentar se esconder em uma propriedade rural. Na mata, ele foi cercado por policiais do Choque e do Bope, com os quais trocou tiros e foi alvejado.

Antes disso, a operação policial, que havia sido montada a partir de uma denúncia anônima, interceptou o veículo batedor do transporte das munições e da droga, um Fiat Siena, dirigido por Fábio Santos Machado, de 33 anos, preso às 13h do sábado (18). Fábio informou aos policiais ser de Brasília-DF e foi encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento (Depac).

Na denúncia recebida pela polícia, um dia antes, informava-se que no sábado, dois veículos com procedência de viagem de Ponta Porã iriam transportar drogas e munições, passando pela BR-163.

No Hyundai Azera, que era roubado, foram encontrados os 1341 quilos de maconha, uma pistola Taurus PT 638 calibre 380, com 150 munições compatíveis, outra pistola 635, com mais 42 munições compatíveis, uma espingarda calibre 12, com quatro caixas de munição compatíveis, além de 100 munições para fuzil e um bloqueador de sinal de satélite.

Jornal Midiamax