Polícia

Após ter alucinação, homem faz policiais acreditarem que família sofreu chacina

M. R. da Costa, de 34 anos, responderá por falsa comunicação de crime em Iguatemi, cidade distante 466 quilômetros de Campo Grande, por ter comunicado à polícia que sua família foi assassinada nesta madrugada. Segundo o boletim de ocorrência, o homem procurou a delegacia da cidade por volta das 3h deste sábado (08) para pedir […]

Arquivo Publicado em 08/12/2012, às 12h34

None

M. R. da Costa, de 34 anos, responderá por falsa comunicação de crime em Iguatemi, cidade distante 466 quilômetros de Campo Grande, por ter comunicado à polícia que sua família foi assassinada nesta madrugada.


Segundo o boletim de ocorrência, o homem procurou a delegacia da cidade por volta das 3h deste sábado (08) para pedir ajuda, pois relatou que seus familiares teriam sido vítimas de uma chacina.


Ele declarou que o sogro e os cunhados foram mortos e fez os policiais militares irem até a casa dele. Lá, a mãe informou que ele tinha alucinações por uso de drogas e que já teve problemas com a Justiça por isso.

Jornal Midiamax