O presidente de , Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou nesta quinta-feira, 9,que irá dissolver o Parlamento Nacional e convocar eleições antecipadas, dois dias após o primeiro-ministro do país, António Costa, ter renunciado em meio a um governo contaminado por escândalos de corrupção. As novas eleições devem ocorrer no próximo 10 de março de 2024, segundo o presidente.

O anúncio foi feito durante discurso transmitido após o encontro de Rebelo com o Conselho de Estado do país, um órgão consultivo composto por antigos políticos e outras figuras públicas veteranas de renome. Costa seguirá como

primeiro-ministro interino até as eleições, indicou o presidente

Costa lidera Portugal desde 2015 e venceu eleições no ano passado. Entretanto, renunciou depois que Portugal foi abalado por uma grande policial na terça-feira, 7, como parte de uma investigação de corrupção que incluiu a prisão de seu chefe de gabinete, juntamente com outras quatro pessoas, e a nomeação de um de seus ministros como suspeito.

Saiba Mais