Um prédio residencial na região de Zaporizhzhia, no sul da , foi atingido por um bombardeio russo neste domingo (19) matando três pessoas e deixando a princípio outros dois feridos, conforme informaram os serviços ucranianos de divulgação. O ataque aéreo ocorreu na semana a qual a Rússia intensificou os bombardeios ao país invadido usando mísseis e drones.

Conforme o portal Metrópoles, Zaporizhzhia é a cidade onde fica uma usina nuclear que correu sérios riscos durante bombardeios russos há cerca de um ano, logo no início da guerra.

A intensificação da ofensiva russa ocorre num momento em que o presidente do país invasor, Vladimir Putin, enfrenta pressões após ter a ordenada pelo Tribunal Penal Internacional, em Haia. Para desafiar os aliados da Ucrânia após o mandado de prisão, Putin fez sua primeira a uma cidade ucraniana desde o início da invasão do país.

As agências estatais de comunicação da Rússia reportaram que Putin visitou Mariupol, que fica na região de Donetsk e foi pesadamente bombardeada pelos russos no início da guerra. Ele ainda teria entrado no território ucraniano ocupado ainda na noite de sábado (18), após visitar a Crimeia, uma península que pertencia ao território da Ucrânia até ser invadida e anexada pela Rússia há nove anos.

Imagens divulgadas pelo governo russo mostram Putin dirigindo por Mariupol e visitando um teatro e uma universidade. O presidente russo também aparece andando em uma rua e acenando.

Na mesma região, um hotel e restaurante foi praticamente destruído por um ataque russo neste fim de semana: