A Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC, pela sigla em inglês) disse nesta segunda-feira (13) que criou um “banco-ponte” para clientes do falido Silicon Valley Bank (SVB) e nomeou Tim Mayopoulos como CEO da instituição.

Advogado do setor bancário, Mayopoulos atuou no passado como CEO da Federal National Mortgage Association, também conhecida como Fannie Mae. Ele começou a trabalhar na Fannie Mae em 2009, logo após a empresa ter o controle assumido pelo governo dos , no auge da crise financeira, e se tornou CEO em 2012. Mayopoulos ficou na função até 2018 e, mais recentemente, foi CEO da startup de software de hipotecas Blend Labs Inc.

Mayopoulos será CEO do Silicon Valley Bank N.A., o banco-ponte que continuará atendendo clientes do SVB a partir da manhã desta segunda-feira, afirmou a FDIC em comunicado.

“Os depositantes e tomadores de empréstimos se tornarão automaticamente clientes do Silicon Valley Bank N.A. e terão atendimento ao cliente e acesso a seus fundos por meio de caixa eletrônico, cartões de débito e cheques, da mesma maneira que antes”, disse a FDIC, agência federal americana cuja principal função é garantir depósitos bancários.

O SVB faliu na sexta-feira (10), na segunda maior quebra de um banco americano na história dos EUA, após uma busca frenética por depósitos arruinar os planos da instituição de levantar novos recursos. A FDIC assumiu o controle do SVB por meio de uma nova entidade chamada Deposit Insurance National Bank of Santa Clara. Com informações da Dow Jones Newswires.

Saiba Mais