O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau disse que vai nomear um investigador especial para decidir se deve haver um inquérito público para apurar os relatos de interferência da nas eleições do Canadá noticiados na imprensa. O chefe de Estado disse que vai acatar o que o investigador decidir. Trudeau também está convocando o Comitê de Segurança Nacional do Parlamento para examinar informações confidenciais sobre o assunto.

O primeiro-ministro disse que “todos os líderes políticos concordam que os resultados das eleições em 2019 e em 2021 não foram afetados pela interferência estrangeira”. “Mas mesmo que não mudasse o resultado de nossas eleições, qualquer tentativa de interferência, por parte de qualquer ator estrangeiro, é preocupante e grave”, afirmou Trudeau.

Saiba Mais