Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden abriu a plenária na IX Cúpula das Américas, nesta quinta-feira, 9, destacando a importância de atuação conjunta dos países americanos. “Não importa o que mais esteja acontecendo no mundo, a América sempre será a prioridade para os Estados Unidos da América”, disse o líder, em discurso.

A afirmação destoa de comentários de especialistas que notam a Cúpula como evidência da dificuldade de Biden em lidar com a América Latina.

“Queremos ouvir vocês e o que acham que deveríamos estar fazendo”, afirmou Biden. “Nos próximos dias, temos uma oportunidade para encontrar maneiras de fazer melhor pela nossa população, agindo juntos. E enfatizo: juntos, juntos. É o que nossos povos esperam de nós”.

Em Los Angeles, o presidente disse não haver razão para que a “atmosfera ocidental” não seja a mais democrática, próspera e segura no mundo. “Temos potencial ilimitado e recursos enormes”.

Depois de lançamento da parceria da América para prosperidade econômica, Biden anunciou que trabalha em nova parceria com líderes caribenhos para tratar sobre mudanças climáticas. Ele também garantiu que os EUA irão ajudar a região a se recuperar da covid-19.