Mundo

Presidente paraguaio visita área de conflito onde 4 guerrilheiros foram mortos

Mario Abdo Benítez acompanha mobilizações do exército na fronteira com Mato Grosso do Sul

Marcos Morandi Publicado em 20/11/2021, às 08h33

Presidente do Paraguai é recebido por membros da FTC em Concepción
Presidente do Paraguai é recebido por membros da FTC em Concepción - Divulgação

O Presidente da República do Paraguai, Mario Abdo Benítez, viajou ao norte do país para acompanhar as movimentações do conflito entre membros da FTC (Força Tarefa Conjunta) e guerrilheiros da ACA (Grupo Armado Camponês). Durante de tiros, quatro pessoas morreram.

Marito, como é conhecido, não falou com a imprensa paraguaia, mas demonstrou satisfação ao confirmar que entre os mortos estão apenas guerrilheiros, que foram identificados como Elizandro Balbuena Mariz, 21, Fredy Florenciano Campuzano, 19, Emiliano Romero Valiente, 23, Víctor Mariz Domínguez de 51 anos.

De acordo com o comissário Nimio Cardozo, da Unidade Anti-sequestro da Polícia Nacional, os quatro podem ter envolvimento na morte do jovem Jorge Manuel Ríos, 23, publicou o site Última Hora. Jorge foi sequestrado e encontrado morto no último dia 3 de julho.

O presidente viajou de helicóptero para Arroyito. Segundo informações da FTC, ele seguiu por terra até a cidade de Concepción, onde embarcou em um avião. O local onde aconteceu o confronto entre a FTC e a ACA fica em na região de Sargento José Félix López, também conhecida como Puentesiño, no departamento de Concepción, nas proximidades da fronteira com Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax