Mundo

VÍDEO: Homem negro é baleado nas costas por policiais durante abordagem nos EUA

Um vídeo, que está circulando na internet, mostra o momento em que Jacob Blake, um homem negro, é alvejado pelas costas durante uma abordagem policial, no estado de Wisconsin, nos Estados Unidos. O caso ocorreu no domingo (23), Blake está internado em estado grave. Um vizinho gravou toda a abordagem, até o momento em que […]

Gabriel Neves Publicado em 24/08/2020, às 15h27

Jacob Blake foi baleado nas costas durante a abordagem. (Foto: reprodução/twitter)
Jacob Blake foi baleado nas costas durante a abordagem. (Foto: reprodução/twitter) - Jacob Blake foi baleado nas costas durante a abordagem. (Foto: reprodução/twitter)

Um vídeo, que está circulando na internet, mostra o momento em que Jacob Blake, um homem negro, é alvejado pelas costas durante uma abordagem policial, no estado de Wisconsin, nos Estados Unidos. O caso ocorreu no domingo (23), Blake está internado em estado grave.

Um vizinho gravou toda a abordagem, até o momento em que os tiros ocorrem, no vídeo, que já passa de 6,4 milhões de visualizações, é possível ver que Jacob desobedece aos policiais durante a abordagem e sai andando para entrar em um veículo, no momento em que abre a porta do carro e fica de costa, os policiais atiram várias vezes contra a vítima.

Conforme publicado no portal IG, o departamento de polícia da cidade não explicou os motivos que teriam levado os policiais a dispararem contra Jacob. A ação será investigada pelo Departamento de Justiça de Wisconsin.

A ação dos agentes foi o estopim para novos protestos nos Estados Unidos. Segundo o portal, centenas de pessoas incendiaram veículos e se reuniram na frente da sede da polícia de Kenosha.

A polícia da cidade usou bombas de gás lacrimogênio contra os manifestantes da na madrugada de hoje, autoridades decretaram toque de recolher na cidade.

O governador de Wisconsin, Tony Evers, se manifestou sobre o ocorrido. “Embora não tenhamos todos os detalhes ainda, o que sabemos com certeza é que ele não é o primeiro homem negro ou pessoa a ser baleada, ferida ou impiedosamente morta nas mãos de indivíduos que fazem cumprir a lei em nosso estado ou país”, disse.

Jornal Midiamax