Mundo

Premiê do Japão, Abe diz que vai renunciar por questões de saúde

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou planos de renunciar ao cargo para lidar com um problema de saúde, de acordo com a agência de notícias japonesa NHK. Abe realizou uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (28) e explicou os motivos de sua decisão. O premiê foi a um hospital em duas oportunidades nas últimas […]

Matheus Maderal Publicado em 28/08/2020, às 07h36

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe (Foto: reprodução)
O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe (Foto: reprodução) - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe (Foto: reprodução)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou planos de renunciar ao cargo para lidar com um problema de saúde, de acordo com a agência de notícias japonesa NHK. Abe realizou uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (28) e explicou os motivos de sua decisão.

O premiê foi a um hospital em duas oportunidades nas últimas duas semanas, levantando especulações de que seu estado de saúde havia piorado. Esse é a segunda vez que o premiê deixa o cargo por causa de um problema de saúde. Em 2007, Abe havia renunciado devido à sua doença inflamatória intestinal, após ter permanecido somente um ano no posto.

Em 2012, ele reassumiu o cargo depois de obter uma vitória esmagadora em uma eleição para a Câmara Baixa do Parlamento.

Abe é o líder com mais tempo de serviço na história do Japão, há sete anos no cargo. Ele poderia permanecer mais um ano à frente de seu posto. (Com agências internacionais)

Jornal Midiamax