Mundo

Papa Francisco condena ataque à sinagoga e pede extinção de “focos de ódio”

O papa Francisco se pronunciou neste domingo (28) sobre o ataque contra uma sinagoga nos Estados Unidos. O líder religioso discursou sobre a extinção de “focos de ódio” e por valores morais e civis mais fortes. Francisco, que condena frequentemente o antissemitismo, expressou proximidade com a população de Pittsburgh, principalmente com a comunidade judaica. Em […]

João Victor Reis Publicado em 29/10/2018, às 16h30

Foto: Reprodução/Vatican News
Foto: Reprodução/Vatican News - Foto: Reprodução/Vatican News

O papa Francisco se pronunciou neste domingo (28) sobre o ataque contra uma sinagoga nos Estados Unidos. O líder religioso discursou sobre a extinção de “focos de ódio” e por valores morais e civis mais fortes.

Francisco, que condena frequentemente o antissemitismo, expressou proximidade com a população de Pittsburgh, principalmente com a comunidade judaica. Em seu pronunciamento, pediu oração para as famílias das vítimas e para recuperação dos feridos.

“Que o Senhor nos ajude a acabar com os focos de ódio que irrompem em nossas sociedades, fortalecendo um senso de humanidade, respeito pela vida, valores morais e civis e o medo sagrado de Deus, que é o amor e o pai de todos”, disse o líder religioso.

O ataque à sinagoga

O ataque em questão citado pelo papa aconteceu neste sábado (27), na sinagoga “Tree of Life” em Pittsburgh, quando 11 pessoas foram mortas e seis ficaram feridas. Segundo a Folha de São Paulo, o ataque foi tratado como crime de ódio e é investigado pelo FBI.

Na sinagoga, ocorria uma cerimônia para dar nome a um bebê. Sábado é dia de shabbat, quando ocorre bastante movimentação no ambiente religioso. O massacre é possivelmente o maior ataque contra a comunidade judaica na história dos Estados Unidos.

O americano Robert Bowers foi detido após o tiroteio pelos policias. Por conta de múltiplos ferimentos de bala, foi levado para o hospital. O presidente Donald Trump defende a pena de morte em relação ao acusado.

Jornal Midiamax