Mundo

Deslizamento de terra mata 40 pessoas e número pode crescer na Uganda

O número de mortes causada por um deslizamento no distrito de Bududa, localizada no leste de Uganda, chegou a 40 na virada de quinta para sexta-feira (12), mas estima-se que o número pode crescer devido às fortes chuvas que caem no país. As investigações preliminares apontaram que a forte correnteza do rio Tsuume destruiu pelo […]

Vinícius Costa Publicado em 12/10/2018, às 09h28

None

O número de mortes causada por um deslizamento no distrito de Bududa, localizada no leste de Uganda, chegou a 40 na virada de quinta para sexta-feira (12), mas estima-se que o número pode crescer devido às fortes chuvas que caem no país.

As investigações preliminares apontaram que a forte correnteza do rio Tsuume destruiu pelo menos dois shoppings e duas escolas. O resgaste em algumas áreas segue impossibilitado por estarem inacessíveis, por esse motivo, acredita-se que o número de pessoas poderia ter sido maior.

“Um rio transbordou em Bududa depois de uma forte chuva e causou um deslizamento de terra em uma montanha. Grandes rochas rolaram por uma aldeia no condado de Bukalasi, matando várias pessoas”, informou Martin Owor, responsável pelo Departamento de Gestão de Desastres nacionais.

A porta-voz da Cruz Vermelha ugandense, Irene Nakasiita, espera que possam ser encontradas outras vítimas assim que as áreas afetadas pelo deslize forem liberadas.

Sobreviventes relataram tremores e rochas descendo durante o deslizamento de terra, o que fez perder inúmeras plantações de banana, feijão, mandioca e café.

Jornal Midiamax