Mundo

Blogueira iraniana é perguntada sobre armas nucleares e dá aula na TV

Jovem foi à TV falar de moda e foi surpreendida pelos jornalistas

Joaquim Padilha Publicado em 17/02/2018, às 11h11

None

Jovem foi à TV falar de moda e foi surpreendida pelos jornalistas

Uma blogueira de moda iraniana, Hoda Katebi, foi surpreendida durante uma entrevista que concedia ao programa norte-americano Chicago’s WGN News, ao ser questionada sobre a questão das armas nucleares no Irã.

Hoda foi ao programa para tratar do lançamento de seu livro, Tehran Streetstyle, em que discute a moda de pessoas que têm cultura oriental, mas vivem no ocidente – como é seu caso -, até que foi surpreendida pela questão proposta pelo apresentador Larry Potash.

“Vamos falar sobre armas nucleares. Alguns de nossos telespectadores podem dizer que não podemos confiar no Irã”, disse Larry, mudando completamente de assunto na entrevista. Mesmo assim, Hoda não se intimidou e deu uma resposta contundente sobre o assunto.

“Eu acho que nós não podemos confiar nesse país [Estados Unidos]. Sou pacifista e não acredito em violência, mas também, quando olhamos para o legado do imperialismo e colonização no Oriente Médio, vemos o legado dos EUA e de toda a violência que ele, além de criar, também capacitou”, respontdeu a blogueira.

Hoda, que é nascida nos Estados Unidos, deu a resposta com base em seus estudos de relações internacionais na Universidade de Chicago. A resposta da menina viralizou. “Muitas das armas no Oriente Médio são trazidas dos Estados Unidos”, lembrou a garota.Blogueira iraniana é perguntada sobre armas nucleares e dá aula na TV

A resposta constrangeu os apresentadores. A outra âncora do programa, Robin Baumgarten, respondeu. “Muitos americanos podem levar isso como uma ofensa. Você é norte-americana, mas não soa como uma”, disse a apresentadora. E Hoda replicou:

“É porque eu leio. É muito importante que olhemos além das narrativas simplistas que nos contam, não importa se sobre mulheres muçulmanas ou sobre o legado deste país”, acrescentou. Os apresentadores então voltaram a falar de moda como se nada tivesse acontecido.

No Twitter, a jovem questionou o ocorrido: “Se trouxessem um chef de cozinha branco para o show, será que o questionariam sobre Brexit ou seus pensamentos sobre o crescimento da supremacia branca?”. Ela disse ainda que recebeu pedidos de desculpas pelo telefone dos apresentadores.

Jornal Midiamax