Policiais acreditam que número de mortes pode ser maior

Um enfermeiro foi acusado de assassinar 84 pacientes durante toda sua carreira, em um anúncio feito pela polícia da , nesta segunda-feira (28). Niels Hoegel, 40 anos, está preso desde 2015, quando foi apontado como o causador da morte de dois pacientes por overdose de medicamentos para o coração.

Após ter sido tido como o mentor dos crimes, Hoegels foi condenado à prisão perpétua, porém a polícia alemã continuou com as investigações. Agora, os investigadores concluíram que o enfermeiro foi responsável pela morte de 84 pacientes em condições semelhantes.

De acordo com o chefe de polícia Johann Kuehme, os investigadores chegaram ao número baseados em materiais recolhidos em autópsias. Mas os policiais acreditam que o número pode ser maior, já que muitos dos pacientes de Hoegel foram cremados.Enfermeiro é acusado de matar 84 pacientes com overdoses na Alemanha

“São 84 homicídios. Estamos sem palavras”, disse Kuehme em uma coletiva de imprensa. “E a coisa mais terrível é que esse balanço deve ser bem pior, bem maior”. A administração dos estabelecimentos onde Hoegels trabalhou também está sendo investigado.