Mundo

Atirador ataca e incendeia hotel-cassino nas Filipinas e deixa 36 mortos

Hóspedes morreram sufocados por fumaça

Joaquim Padilha Publicado em 02/06/2017, às 10h20

None

Hóspedes morreram sufocados por fumaça

Um ataque e incêndio criminoso deixou 36 mortos em um hotel-cassino nas Filipinas, na madrugada desta sexta-feira (2). A polícia inicialmente descartou que houvessem vítimas fatais, porém encontrou os corpos quando fazia buscas de resgate.

A maioria das vítimas morreu sufocada por fumaça. O autor do ataque teria entrado no local com um rifle, atirado contra aparelhos de TV, espalhado gasolina pelas mesas de jogos de cassino. 

Em seguida, o homem se matou ateando fogo em si mesmo. Apesar do Estado Islâmico ter reivindicado a autoria do ataque, a polícia filipina descarta que o ato tenha sido terrorista.

Segundo o chefe da polícia da capital, Oscar Albayalde, o atirador parecia estrangeiro. “Parecia caucasiano, falava inglês, era alto e branco, provavelmente um estrangeiro”.Atirador ataca e incendeia hotel-cassino nas Filipinas e deixa 36 mortos

Imagens exibidas por emissoras locais mostram o Resorts World Manila sendo cercado por policiais enquanto pessoas fogem do hotel-cassino. O ataque ocorreu logo após a meia-noite do horário das Filipinas.

Um funcionário do hotel afirmou que hóspedes saíram correndo e fugiram pelo porão do prédio. Segundo ele, uma pessoa teria gritado Isis (Estado Islâmico).

(com supervisão de Evelin Cáceres)

Jornal Midiamax

☰ Últimas Notícias