Se no remake de “Pantanal” (2022) Gabriel Sater interpretou um personagem que tinha pacto com o diabo, agora, na nova versão de “Renascer”, o filho de dará vida a uma espécie de “anjo” – justamente o oposto de seu papel anterior, o violeiro endiabrado Trindade.

Isso porque, logo no primeiro capítulo, o libanês Rachid, personagem do cantor e ator, salvará a vida do protagonista José Inocêncio (Humberto Carrão). O mascate encontrará Inocêncio à beira da morte após o mesmo sofrer um atentado e tratará dos ferimentos do rapaz.

Rachid verá o protagonista amarrado de ponta-cabeça numa árvore, após ser brutalmente atacado por jagunços de um coronel rival da região. Antes disso, o mascate ouvirá os gritos de José Inocêncio durante a tortura e se esconderá na mata, para não ser visto pelos capangas. O protagonista então se fingirá de morto para se livrar do massacre.

Assim que os se afastarem do “corpo”, o libanês se aproximará e cuidará da vítima. Após desamarrar e tirar Inocêncio da árvore, Rachid ainda costurará o corpo machucado do protagonista, salvando o rapaz da morte.

Desse modo, Gabriel Sater desponta de “cramulhão” em “Pantanal” (2022) a “anjo” em “Renascer” – ambos remakes de de Benedito Ruy Barbosa, escritos por seu neto Bruno Luperi.

Pai e filho comemoram personagem em Renascer

Radiante com o papel em “Renascer”, Gabriel Sater tem motivos de sobra para vibrar com a nova oportunidade em uma novela. Isso porque ele e o pai, Almir Sater, dividem o mesmo personagem. Enquanto Gabriel interpreta Rachid na primeira fase, Almir assume o papel na segunda etapa da trama, após uma longa passagem de tempo.

Em coletiva de imprensa de “Renascer”, acompanhada pelo Jornal Midiamax, Gabriel Sater não quis entregar muitos detalhes. Ele falou um pouco de sua preparação para viver o libanês Rachid e contou o que pôde (e o que sabe) do trabalho do pai para interpretar o tipo.

“É um personagem complexo, difícil, solar e apaixonante. Estou curioso. Meu pai não me mostrou muita coisa, só sei que o sotaque dele, a prosódia dele está ótima, visto que desde pequeno conviveu com a ascendência sírio-libanesa da nossa família. Então, ele pegou muito da embocadura dessa cultura”, afirmou o herdeiro.

Intérprete de Rachid na primeira fase, Gabriel Sater vê o personagem como um presente. “Estou todos os dias sonhando pelo novo Rachid, que traz cores e intenções diferentes. Tudo o que pude estudar e me transformar como artista, eu entrego para essa nova alma. É o mais gostoso dessa arte da dramaturgia, que é um pouco nova para mim”, relatou.

Remake de Renascer

“Renascer” é um remake da novela homônima de 1993, criada e escrita por Benedito Ruy Barbosa. A nova versão é adaptada pelo neto de Benedito, Bruno Luperi, o mesmo responsável por adaptar “Pantanal”, também do avô, em 2022.