Pai e filho, filho e pai… Adorados artistas sul-mato-grossenses, os cantores e atores Almir e Gabriel Sater dividirão o mesmo papel no remake de “Renascer”, nova novela das nove da que estreia em janeiro. Ícones da cultura local, pai e filho serão o mesmo personagem em fases diferentes – enquanto Gabriel fará Rachid nos primeiros capítulos, Almir assumirá a imagem da figura após uma longa passagem de tempo.

Em coletiva de imprensa de “Renascer”, acompanhada pelo Jornal Midiamax, apenas Gabriel Sater se fez presente. Sem entregar muitos detalhes, ele falou um pouco de sua preparação para viver o libanês Rachid. Já Almir, que ainda nem começou a gravar a trama, não apareceu para dar entrevista. Seu filho, por sua vez, contou o que pôde e o que sabe do trabalho do pai para interpretar o tipo.

Ele diz que não tem muitas informações sobre o que Almir prepara para encarnar Rachid, mas garante que o pai vai mandar bem no sotaque por conta de suas origens. “É um personagem complexo, difícil, solar e apaixonante. Estou curioso. Meu pai não me mostrou muita coisa, só sei que o sotaque dele, a prosódia dele está ótima, visto que desde pequeno conviveu com a ascendência sírio-libanesa da nossa família. Então, ele pegou muito da embocadura dessa cultura”, afirma o herdeiro.

Intérprete de Rachid na primeira fase, Gabriel Sater vê o personagem como um presente. “Estou todos os dias sonhando pelo novo Rachid, que traz cores e intenções diferentes. Tudo o que pude estudar e me transformar como artista, eu entrego para essa nova alma. É o mais gostoso dessa arte da dramaturgia, que é um pouco nova para mim”, relata.

Mais sobre o Rachid de Almir e Gabriel Sater

Na primeira versão, o mascate libanês foi interpretado pelo ator Luís Carlos Arutin nas duas fases. Já em 2023, Gabriel Sater será o responsável por salvar a vida do protagonista, José Inocêncio (Humberto Carrão), costurando a pele do rapaz com linha e agulha após um ataque sanguinário.

Rachid desaparece por décadas, mas volta na segunda fase da trama já interpretado por , após uma passagem de tempo de 30 anos. Muito grato, José Inocêncio, vivido por Marcos Palmeira na segunda etapa, não terá esquecido do mascate que salvou sua vida ao costurar seu corpo. Ele será muito grato e terá uma dívida moral com o personagem.

Em 1993, na versão original de “Renascer”, Rachid ficou marcado por seu bordão. Toda vez que era chamada de turco, ele corrigia: “Turco não, libanês!”. Sucesso há 30 anos, o jargão se repetirá no remake escrito por Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa, o autor da versão original.

Gabriel Sater agradece

Gabriel e Almir Sater fazem parte da “panelinha” do remake de “Pantanal” (2022), que foi convidada pelo autor e pelo diretor a repetir a parceria no remake de “Renascer”. Nomes como Juliana Paes, Irandhir Santos, Marcos Palmeira, e diversos outros atores que estiveram em “Pantanal” também serão vistos na nova novela das nove que estreia no dia 22 de janeiro, no lugar de “Terra e Paixão”.

“Bruno mudou a minha vida com o convite para ‘Pantanal' e, agora, para ‘Renascer'. É um presente que eu nunca mais vou esquecer. Sou imensamente grato esse autor que realmente mudou a minha carreira… Renascer' tem um valor imenso no meu coração. Cresci assistindo essa novela. Estou vendo a quarta vez agora por hobby”, disse Gabriel Sater na coletiva de imprensa.

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok.