A atriz Regina Duarte, de 76 anos, revelou que se arrepende de ter entrado para a política. Ela esteve à frente da Secretaria de do Governo Bolsonaro, em 2020. Regina revelou que não se sentia preparada para ocupar o que já não pensa mais em voltar à TV.

“Não estava preparada para isso. Esse foi meu grande problema. Meu interesse em fazer alguma coisa pela cultura do país fez com que eu assumisse uma coisa pela qual eu não estava preparada. Fiquei muito triste pelo sonho que eu alimentei de fazer alguma coisa importante para a categoria. Mas eu não consegui. Sabia que não ia conseguir. Então, eu falava para mim mesma: ‘Bem feito, viu! Se meteu aí a ser secretária de cultura sem ter capacidade para isso'”, disse em entrevista ao canal no YouTube da Leda Nagle.

Durante a conversa, Regina explicou ainda como surgiu o convite do antigo governo e que não existe ressentimento com Bolsonaro.

“Nos poucos encontros que a gente teve nos corredores em Brasília, ele (Bolsonaro) olhava para mim e dizia: ‘isso aqui não é pra você não'. Quando eu fui tomar café com ele para pedir para sair, ele falou assim: ‘temos que arrumar alguma coisa para ela', e sugeriu para eu ficar na Cinemateca de São Paulo, porque tinha que dar uma disfarçada de ‘porque está tirando a Regina?' Está tirando a Regina, não! A Regina quer sair, quer ficar perto dos netos, em São Paulo”, contou.

Longe das desde 2017, quando atuou em ‘Tempo de Amar', a atriz tem se dedicado às artes plásticas. No total ela já produziu cerca de 500 quadros, todos expostos em uma galeria de São Paulo.