A separação da apresentadora Patrícia Ramos, 23, e de seu Diogo Vitório ganhou um novo capítulo nesta sexta-feira (10). É que a influenciadora decidiu falar pela primeira vez sobre o verdadeiro motivo do divórcio entre eles, assunto que já havia vindo à tona através da equipe de advogados que defendem Patrícia. Durante sua participação no ‘Encontro’, da Globo, ela contou o que passou ao lado do empresário durante todos os anos de relacionamento.

“Desde o eu já vivia um relacionamento extremamente abusivo e eu sabia que estava nessa relação, porém acreditava muito na mudança”, começou ela. Vale lembrar que recentemente foi revelado que Diogo cometeu diversos crimes contra Patrícia e em breve será julgado por agressão física e psicológica, estelionato, furto e perseguição.

“Nós nos separamos e após a separação eu ainda vivia várias coisas que eu nunca imaginei viver, e tudo isso eu passei calada, não contava para ninguém”, continuou a apresentadora.

Patrícia ainda revelou que não recebeu o apoio que esperava ter de um amigo na época e isso desencorajou que ela fizesse a denúncia. Assim, ela só conseguiu dar um basta em toda a violência em janeiro de 2022. “Após minha festa de aniversário. Nós tivemos uma briga e ele novamente me agrediu fisicamente e ali eu dei um ponto final. Eu falei: ‘olha, hoje eu tenho certeza que nós não vamos ficar juntos. Eu ainda não tenho coragem de pegar minhas coisas e ir embora, mas eu já sinto dentro de mim, da minha alma, que não somos mais casados”, relembrou a influenciadora.

Patrícia revelou também que Diogo passou a andar pelos corredores do condomínio que ela mora e falar mal dela para algumas pessoas que conheciam o ex-casal. Ao tentar se separar, ela ainda foi vítima de chantagem financeira. “Ele começou a pedir dinheiro para assinar o divórcio. Ele tinha proposto um valor e falou: ‘se você não me der esse valor, não vou assinar'”.

Ela também revelou que todo o dinheiro de seu trabalho ia direto pra ele. “Minha conta bancária, ele não aceitava que eu tivesse a minha a ele a dele, nós tínhamos uma conta conjunta. Só que dessa conjunta, ele movimentava todo o dinheiro, fazia transferências para conta dele sem eu saber. Ele chegou a cometer o crime de falsidade ideológica, onde ele foi até um banco, persuadiu o gerente de um banco, acho, e abriu uma conta com meu nome sem eu saber”, revelou.

Veja um trecho da entrevista

O divórcio

O anúncio do foi feito por Patrícia em seu Instagram, onde ela sempre compartilhou sua rotina e trabalho. Na época o post informava que a decisão havia sido de comum acordo e que ela precisava de um tempo para organizar seus pensamentos. A influenciadora agradeceu todo o carinho recebido dos fãs e pediu respeito à sua privacidade.

Saiba Mais