Nesta segunda-feira (11), Jojo Todynho usou suas redes sociais para contar que entrou em processo de adoção de Francisco, um menino que ela conheceu em Luanda, na Angola. A cantora contou como os dois se conheceram e que quando foi homenageada pelo pequeno, ficou totalmente apaixonada.

“Fui para um propósito que era o intercolegial. Foi bem melhor do que eu imaginava. Fui convidada para participar de uma ação, me convidaram para ser madrinha porque acompanham as minhas ações sociais no Brasil. Fiz uma doação para eles de presente. Participei de um evento de um pancadão que fica em Luanda. Matei as saudades dos amigos que moram lá. Vocês vão me ver ir bastante para Angola, porque fui chamada para fazer um novo projeto”, começou ela, respondendo os fãs que pediram mais detalhes sobre sua viagem.

Jojo explicou que durante suas visitas às intituições, recebeu uma homenagem emocionante de Francisco. “Fui visitar uma escola, e fizemos doações de materiais didáticos para eles (…). O menino que veio me homenagear era o Francisco. Eu estava tão empolgada olhando para outras crianças, que não prestei atenção que ele estava lendo de frente, estava de costas para mim. Quando o professor acertou ele e o colocou de frente para mim, foi surreal. Olhei para ele e falei: ‘Esse menino é meu filho’. O olho dele brilhava, quando ele falava para mim. Foi uma conexão diferente, não tem explicação”, contou ela.

“Perguntei para ele: ‘E se eu quiser te levar embora?’. Ele respondeu: ‘Vou embora com você’. Aquele menino lendo… não tem explicação. Agora o José, que é o presidente da instituição, vai fazer contato com a família para ver se a gente consegue fazer o processo de adoção, porque quero trazer ele para cá. Tem todo um trâmite. Vou rezar e orar para que a família aceite eu trazer ele embora”, continuou ela.

Emocionada, a cantora afirmou que aguarda os trâmites, mas que está cheia de esperanças. “A gente precisa ser visto, como eu muitas vezes fui vista. Um olhar muda tudo’. Eu só sabia chorar, gente. Ele me homenageando e eu só sabia chorar. Se tudo der certo eu vou adotar o Francisco. Ele vai ser o meu filho. Vou dar a ele uma oportunidade de educação melhor, de uma vida melhor. Não estou dizendo que ele não recebe amor e carinho da família, mas também vai receber muito amor e carinho aqui da minha família e dos meus amigos”, declarou.

“Foi amor à primeira vista. Fiquei com a história da Glória Maria na cabeça. Vou ver uma forma, se a família autorizar eu trazer ele para cá, de eu continuar ajudando a família dele lá. Mas agora é orar, deixar as coisas acontecerem. Estou com muita esperança. Sei que ele vai se tornar um grande homem”, explicou ela.