A atriz Isis Valverde, de 36 anos, revelou ter registrado uma ocorrência na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, da Polícia Civil do Rio de Janeiro, após fotos suas, postadas nas redes sociais, serem adulteradas para simular um vazamento de nudes.

Segundo a assessoria da artista para a Revista Quem, “a equipe da atriz já acionou seu escritório de advocacia para cuidar do assunto”.

E eles acrescentaram: “A atriz repudia as imagens, que são totalmente falsas e criadas através de recursos digitais com montagens artificiais. Adverte pela gravidade do assunto, pois o conteúdo é ilegal, inclusive para quem o reproduz. Informa, ainda, que procedeu o registro da ocorrência na Delegacia de Crimes de Informática para notificar e responsabilizar os provedores de internet que compartilharem às imagens fraudulentas. Por fim, tendo em vista que se trata de uma manipulação virtual e inventada, não se pronunciará mais sobre o assunto”.

O caso veio à tona nesta quinta-feira (26), pela colunista Fabia Oliveira, do Metrópoles. Segundo a jornalista, a atriz foi surpreendida pela sequência de montagens de fotos sem roupas atribuídas a ela.

Ao menos três montagens foram compartilhadas. Os responsáveis pelas publicações usaram fotos postadas pela atriz em suas redes sociais, usando biquíni. Com programas de alteração de imagem, eles retiraram a peça de roupa e fizeram a montagem em questão.

Lembrando que Isis Valverde não é a única artista vítima de ter fotos suas usadas indevidamente. Na semana passada, a atriz Vera Fischer, de 71 anos, também soube que suas fotos estavam sendo usadas de forma inapropriada em um site internacional que oferece serviços adultos. Assim como Isis Valverde, Vera também acionou sua equipe de advogados.