Intérprete de Madeleine na primeira versão de “Pantanal”, a atriz Ítala Nandi fez comentários polêmicos sobre a novela e, sem papas na língua, comentou a rejeição da TV Globo à história, nos anos 80. Ironicamente, hoje, o mesmo canal produz o remake da trama que jogou na lata no lixo há mais de três décadas.

“Fico muito feliz [com o atual sucesso da novela Pantanal]. Quando a gente montou [a novela] na Manchete [1983-1999], ele [Benedito Ruy Barbosa] queria ter montado na Globo. A Globo achou que era uma bosta o roteiro. Agora estão fazendo, quer dizer, tá tudo bem”, afirmou a artista em conversa com a jornalista Fernanda Lopes, do site Notícias da TV.

A citação de Ítala faz referência ao episódio em que Benedito Ruy Barbosa, autor de “Pantanal”, apresentou a sinopse da história à TV Globo, que considerou a produção muito difícil e cara, sugerindo que as filmagens fossem realizadas em uma fazenda em São Paulo ou no Rio de Janeiro, ideia que foi recusada por Benedito.

O remake da novela rejeitada tem rendido bons frutos à Ítala Nandi, que afirmou estar dando mais entrevistas agora, do que na época em que a versão original foi levada ao ar.

“Tô dando muito mais entrevista agora do que antes. Só se fala disso, só me perguntam isso o tempo todo. É uma coisa louca. Eu sou a favor de trabalho, é importante, tem atores trabalhando. Claro que tem diferenças [de uma montagem para outra], mas não cabe julgamentos. Uma não é melhor do que a outra”, finalizou em depoimento ao Notícias da TV.

A adaptação de Pantanal na Globo é escrita por Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa.