A postura de Glória Perez após a morte do assassino de sua filha, Guilherme de Pádua, tem gerado expectativa e surpresa nos fãs da autora e da jovem Daniella Perez, assassinada em 1992 pelo colega de trabalho e sua então esposa Paula Nogueira.

Guilherme morreu no último domingo (6) após sofrer um infarto fulminante em casa, na cidade de Belo Horizonte. Desde então, Glória Perez optou por não se manifestar e não comentou o falecimento do condenado por matar Daniella há 30 anos.

Glória tem optado pelo silêncio. Ela reapareceu em suas redes sociais na segunda-feira (7), mas se limitou a falar de “Travessia”, sua atual novela na TV Globo. Seu posicionamento, no entanto, é um dos mais esperados.

Após Guilherme ser enterrado, a viúva Juliana Lacerda publicou um vídeo recontando a mesma história que o marido inventou em 1992 e difamando a vítima, afirmando que Daniella era amante dele quando foi morta. Ainda assim, Glória Perez também não se manifestou.

Fãs, inclusive, estão chocados com o silêncio e pedem para Glória processar a viúva de Guilherme de Pádua. O assassino morreu quatro meses após o caso Daniella Perez voltar aos holofotes, depois que a HBO Max lançou uma série documental contando a história com base nos autos do processo. Em destaque na mídia e vivo na memória dos brasileiros, o assassinato de Dani ainda gera revolta.

Fãs esperavam que Glória Perez se posicionasse. No entanto, alguns seguidores estão apoiando sua postura. “A dor de uma mãe e o seu silêncio… Por isso sou sua fã! Sempre brilhante!”, elogiou um deles.