MidiaMAIS / Famosos

Pamella Holanda sobre DJ Ivis: "Tentou justificar o injustificável"

Em entrevista ao "Encontro", ela contou que não havia denunciado o caso antes por medo do ex, dependência financeira e receio de ser desacreditada

Nathália Rabelo Publicado em 13/07/2021, às 15h00

Pamella Holanda
Pamella Holanda - Foto: Reprodução/Instagram

Pamella Holanda, que postou uma série de vídeos gravados por uma câmera de segurança interna que mostram seu ex-marido, o DJ Ivis, a agredindo na frente da filha deles e de outras duas pessoas, contou no Encontro com Fátima Bernardes desta terça (13) que as câmeras foram instaladas depois que a bebê nasceu para a segurança da família. "Vejo as imagens e não acredito que é comigo", contou ela, revelando que foi agredida pela primeira vez pelo ex quando estava grávida. "Eu acreditava que o temperamento dele era aquele, acreditava que ele era assim", pontuou.

Pamella disse que não havia denunciado o caso antes por medo do ex. "Eu tinha medo de ser afetada pelo fato de ele ser conhecido, de ter influência... A gente vive num país machista e somos criadas nessa cultura machista. Tinha medo pelo fato de ele ser homem e eu mulher. Pensei: 'eu tenho que provar que isso acontece, que ele faz isso comigo'. Porque se fosse só minha palavra contra a dele, eu ia viver tendo que provar", afirmou.

Frequência

Pamella detalhou as agressões. "O primeiro vídeo, em que eu estou no sofá, ele estava saindo de casa. Saí do quarto para amamentar a Mel e ele vem com a camisa. Insisto em amamentar a neném. E ele puxa o meu cabelo... O primeiro foi em dezembro, quando tive Covid. E o segundo, em que ele me bate em cima do sofá, foi em fevereiro", disse ela, que sempre temeu o comportamento do marido. "Eu tinha medo dele e tenho até hoje. O medo também dificultou a denúncia. Tanto o medo quanto a questão da dependência financeira. Como eu ia sair daquele relacionamento? Eu não tinha nenhum tipo de reserva", explicou.

Jornal Midiamax