MidiaMAIS / Famosos

Acaba um, começa outro: overdose de BBB em 2021 pode transformar o reality no novo Masterchef

Formato ficará no ar por pelo menos seis meses seguidos este ano

João Ramos Publicado em 27/04/2021, às 08h27

Explorando o reality ao máximo, Globo vai pelo mesmo caminho do que a Band fez com o MasterChef
Explorando o reality ao máximo, Globo vai pelo mesmo caminho do que a Band fez com o MasterChef - (Reprodução)

A atual temporada do Big Brother Brasil é a maior da história. Com 100 episódios, o reality mais longevo da televisão brasileira se empolgou com o sucesso conquistado em 2020 e programou para 2021 sua maior edição, até então.

Cheio de altos e baixos (mais baixos do que altos), o BBB 21 vai demorar algum tempo para desaparecer por completo das conversas rotineiras e dos assuntos da internet. Não satisfeita em apenas investir em uma temporada gigante, a emissora ressuscitou o antigo "Lavanderia BBB" para os brothers "lavarem a roupa suja", ou seja, resolverem pendências e discutirem sobre tudo o que aconteceu na casa durante a temporada.

Na edição mais turbulenta e punk que se teve registro, o "lavanderia" vai voltar com o nome de "Espelho, espelho meu", no momento mais inapropriado para o reality show: quando tudo a ser relembrado faz mal para os próprios envolvidos. O programa especial para o 'acerto de contas' será exibido no sábado, dia 8 de maio, no mesmo horário em que o reality é transmitido diariamente.

Reprise do BBB

Dois dias depois da "Lavanderia 2021", o Canal VIVA, pertencente ao Grupo Globo, programou a estreia da reprise do primeiro Big Brother de todos no Brasil. Dia 11 de maio, uma segunda-feira, o BBB 1, transmitido originalmente entre janeiro e abril de 2002, será reexibido na íntegra, diariamente, pelo canal fechado.

Participantes do primeiro Big Brother Brasil (TV Globo)

A reestreia da primeira temporada vai acontecer menos de uma semana depois da final do BBB 21, e dois dias depois de "Espelho, espelho meu". Ou seja, uma verdadeira overdose do reality, que não sairá do ar tão cedo.

Sem dar respiro para o formato, explorando até a última gota do sucesso, a Globo pode estar dando um tiro no próprio pé. Isso porque os riscos de saturação são enormes. Habituado a ficar poucos dias no ar a cada ano, desta vez o programa será exibido por seis meses consecutivos, mesmo que em temporadas e canais diferentes.

Novo MasterChef?

Nos últimos anos, a Band fez parecido com o MasterChef e o SBT com o Bake Off Brasil. Resultado: os dois formatos acabaram saturados e desgastados. Com tanto tempo no ar, não dá nem para sentir saudade. O jogo fica manjado e o interesse começa a diminuir.

Band conseguiu desgastar o MasterChef por praticamente não tirar o reality da programação do canal (Foto: Band)

A estratégia da reprise do BBB 1 no VIVA vem para atrair a curiosidade das gerações mais novas, também embarcando na alta repercurssão das temporadas mais recentes. A ideia é que esse público, curioso, migre até o canal para conferir como tudo era e funcionava no reality há quase 20 anos.

Esse mesmo público acabou de assistir o Big Brother Brasil 2021, a lavanderia, e ainda nem teve tempo de esquecer a temporada. Se consumir a edição de estreia, logo em seguida, as chances do formato ficar desgastado para essas pessoas são imensas.

Final do BBB 1, quando Kleber Bambam foi campeão (TV Globo)

Jornal Midiamax