MidiaMAIS / Famosos

Padre Fábio de Melo diz ter Síndrome do Pânico: ‘Não queria mais ser padre’

Padre diz que toma remédios para controlar crises

Joaquim Padilha Publicado em 21/08/2017, às 10h59

None

Padre diz que toma remédios para controlar crises

O padre Fábio de Melo deu entrevista ao programa “Fantástico” neste domingo (20) em que revelou sofrer da Síndrome do Pânico. Em tratamento no combate à doença, o religioso disse que chegou a pensar em desistir do sacerdócio, em momentos de crise.

“Abalou muito. Foram dias que eu decidi tanta coisa rapidamente. Eu pensava que não queria mais ser padre. Pensava: ‘Não tenho mais coragem de enfrentar as pessoas, de ser quem eu sou'”, relembrou. “Eu tenho que pensar o tempo todo que eu vou dar conta”, disse o padre.

Na entrevista, Fábio contou que sua mais recente crise foi após um voo de avião. “Eu estava pousando em Fortaleza no fim de julho. Estava bem, mas senti um sintoma semelhante ao que tive a dois anos atrás”, lembra.Padre Fábio de Melo diz ter Síndrome do Pânico: 'Não queria mais ser padre'

“Não tive vontade de sair do avião. Então peguei o medicamento, que já fica na bolsa, desci e entrei no hotel com sensação de desespero e mal estar. Quando cheguei na segunda em casa, eu desabei. Me escondia debaixo da cama, tamanho era o pavor que eu sentia”, disse.

O padre foi sincero e disse que não está 100% recuperado. “Estou trabalhando e não posso parar porque parar hoje é deixar a Síndrome do Pânico tomar conta de mim”, concluiu. Ele confirmou que está tomando remédios para se recuperar das crises.

Jornal Midiamax