A expressão “um sol para cada um” é muito válida quando se caminha pela 14 de Julho, neste calorão que estamos enfrentando, em Campo Grande. A sensação é que o sol nos acompanha, “queimando a cabeça”, principalmente por volta do meio-dia. Mas, imagine para o Ivan: fantasiado de homem-aranha, circula por toda a extensão da rua e, aos sábados, ainda veste a roupa do Dino, um dinossauro peludo que o deixa “todo molhado” quando retira. Mas o sonho da casa própria o motiva todos os dias…

Ivan sempre trabalhou com vendas. Na região central, oferecia doces, mas, sentia que faltava algo. “Eu falo que é Deus que me ajudou, me deu essa ideia, principalmente por conta das crianças. E aí eu conheço uma menina, que faz compras pela internet e então ela me ajudou. Comprei duas roupas do homem-aranha e estou usando há cerca de um ano. Mas, até os adultos gostam também. E falo que as vendas aumentaram em 80% a 90%”, afirmou ao MidiaMAIS.

Vendedor usa roupa do homem-aranha durante a semana e do ‘Dino' aos sábados. (Alicce Rodrigues/Jornal Midiamax)

Durante a rotina, Ivan diz que acorda, diariamente, por volta das 3h. “Eu pego o primeiro às 5h e começo a trabalhar quando as lojas estão abrindo, entre oito e oito e meia. Uma pessoa sempre me ajuda a vestir a roupa, ainda mais agora, que acrescentei a mochila com o pequeno homem aranha atrás. Eu passo o dia trabalhando e só vou comer cinco, seis da tarde. Isso porque não tem como, tirar toda a roupa e depois colocar de novo. Mas, tomar água eu tomo muita, uns três litros por dia”, comentou.

Já acostumado com as altas temperaturas, Ivan também faz o personagem “Dino”, aos sábados. “Eu saio molhadinho de dentro dele. Tem um ventilador na fantasia, na verdade, mas, ele puxa o ar quente de dentro. Essa profissão começou quando fui fazer propaganda de uma loja e aí depois fui contratado. Todo dia, em média, está 38°C, mas, fica bem mais de 40°C dentro das roupas”, avaliou.

(Alicce Rodrigues/Jornal Midiamax)

Ainda jovem, Ivan fala dos sonhos. “Eu pago aluguel e também pago a pensão da minha filha. Tenho uma menina de 17 e um menino de 20 anos. E o meu sonho, na verdade, é conseguir uma casa própria, já que pago aluguel há muitos anos. Penso também em um de carteira assinada, de segunda a sexta, para ter uma folga. Enquanto não acontecer, trabalhando aqui”, finalizou.

Veja o vendedor circulando pela Rua 14 de Julho, em :

Quem quiser ajudar o Ivan ou contratá-lo para algum serviço pode entrar em contato pelo telefone: (67) 99216-9235