A rolinha, mais parecida com uma ‘minipomba’, já teve o seu momento no Jornal Midiamax, quando características e curiosidades da espécie foram relatadas no quadro “Ninhos e Abraços: descobrindo o mundo dos passarinhos”. No entanto, um flagrante a fez voltar ao estrelato, já que uma delas foi vista com ninho em local inusitado: um semáforo de Campo Grande.

Quem passar pelo cruzamento da com a Rua Dona Ambrosina, no dos Estados, e fixar o olhar no semáforo – entre o amarelo e o verde – vai ver o ninho e, quem sabe, a rolinha ou avoante, como também é conhecida.

“O fato da ‘pombinha’ fazer o ninho ali mostra a praticidade desta espécie, deste grupo que busca áreas protegidas e isso também é uma adaptação à arquitetura da cidade, o que auxilia na escolha. E por sinal realmente é bem inusitado. Eu já vi bem-te-vi em transformador, já vi pombinha em telhado, mas, no semáforo é a primeira vez”, afirmou ao MidiaMAIS o professor, biólogo e doutor em conservação, Milton Longo.

(Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Conforme o biólogo, esta é uma espécie bastante plástica do ponto de vista comportamental. “O ninho delas é bastante rápido e a construção é feita tanto pelo macho quanto a fêmea. Eles juntam uns galinhos lá e geralmente colocam dois ovos”, explicou.

De setembro em diante, ainda segundo Longo, é a época reprodutiva da espécie. “Estão reproduzindo e eu já vi outros ninhos recentemente. Em 25 dias, no máximo 30, um filhote já consegue sair do ninho e se alimentar sozinho”, finalizou.

Quer saber ainda mais sobre a espécie? Leia abaixo:

Já viu no seu jardim? Ninhos e Abraços apresenta a rolinha, ave que parece uma ‘minipomba’

Avoante (Madu Livramento, Midiamax)