Exibidos na novela Pantanal, incêndios em MS são reais e fizeram o Brasil chorar

Imagens dos incêndios têm poder de conscientização
| 29/06/2022
- 10:39
incêndios pantanal
Velho do Rio (Osmar Prado) no meio de incêndios - (Foto: Reprodução/TV Globo)

Quem acompanhou o capítulo desta terça-feira (28) da novela "Pantanal" viu que a trama da Globo exibiu cenas reais dos incêndios que devastaram o pantanal sul-mato-grossense nos últimos anos e colocou o Velho do Rio (Osmar Prado), um dos principais personagens, para agonizar queimando no meio do fogo.

A maior parte das imagens mostradas no folhetim são do ano de 2020, período cruel das queimadas e quando fortes cenas foram registradas. Até o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul cedeu imagens para que a global pudesse apresentar a tragédia ambiental da melhor forma possível.

Devastadoras, imagens de um Pantanal queimado mostram a terra chorando de dor. A carcaça de um jacaré, marco dos incêndios de 2020, apareceu no folhetim. Um dos fotógrafos que registrou os restos mortais do bicho foi Daniel De Granville, que inclusive, ganhou um prêmio pela imagem.

Frequentemente premiado
Frequentemente premiado, fotógrafo conquistou mais um prêmio registrando a natureza - (Foto: Daniel de Granville)

Registro de uma carcaça de um jacaré-do-Pantanal (Caiman yacare) ressecado no solo, às margens da Rodovia Transpantaneira, rendeu ao fotógrafo Daniel de Granville o primeiro lugar no concurso de fotos "The Nature Conservancy 2021", categoria "Paisagem".

A imagem de Daniel foi capturada com um drone no dia 4 de outubro de 2020, no município de Poconé, em Mato Grosso, quando as secas que assolaram o Pantanal estavam no auge aquele ano.

Mais registros

Luiz Felipe Pereira Mendes, outro fotógrafo sul-mato-grossense, também capturou alguns registros únicos, semelhantes aos exibidos pela TV Globo. Foram cinco dias na Serra do Amolar, o suficiente para mudar toda uma vida.

"A gente ficou parado um observando um fogo na beira do rio. Uma chama pequena, com muito material combustível, madeira, capim seco, rapidamente pegava muito fogo e as chamas subiam 15, 20 metros de altura e se espalhavam muito rápido, perdia de vista. 35 quilômetros de linha de fogo", lembra ele ao Jornal Midiamax, sobre a experiência de ter fotografado momentos como os mostrados na novela.

Luiz vê em suas imagens um forte poder de conscientização. "É triste, mas mostra para as pessoas que estamos no caminho errado, porque nós, seres humanos, estamos causando tudo isso aí por diversos fatores. Então... me senti forte nesse momento de registrar, mostrar e divulgar para o povo para eles sentirem na pele. Não vão sentir tanto quanto quem está lá, porque é triste, é desolador, não tenho palavras. Eu fiquei em choque ainda", finaliza o biólogo.

Incêndios no Pantanal de MS

A cheia do Pantanal ocorre entre os meses de novembro e março e a seca de abril a setembro, chegando em seu ápice entre agosto e setembro. Mas, nos últimos anos, o período de seca tem começado cada vez mais cedo devido aos baixos volumes de chuvas e em consequência de incêndios frequentes.

Em 2020, o bioma enfrentou a pior queimada de sua história, que causou perda de 26% do bioma. Estima-se que 10 milhões de animais morreram e 4,6 bilhões tenham sido afetados pelas chamas que invadiram o habitat.

Só em Mato Grosso do Sul, os incêndios destruíram 1,7 milhão de hectares desde novembro de 2020. E neste ano a seca veio mais cedo. Em abril, boletim de Monitoramento Hidrológico da Bacia do rio Paraguai, do Serviço Geológico do Brasil, revelou que a redução de chuvas em 2022 indica que as águas podem não inundar a planície, assim como ocorre nos últimos três anos.

Diante desses números, fica evidente a importância da retratação do fogo e do choque em busca do despertar da consciência por meio das imagens mostradas na novela "Pantanal". Confira as cenas da trama com imagens dos incêndios reais em MS:

O resultado, depois das sequências, foi comoção e a dor nacional. A novela da TV Globo que leva o nome do bioma fez o Brasil inteiro chorar na noite desta terça-feira (28), quando exibiu o capítulo 80 do folhetim. Há quem diga que está chorando até agora e simplesmente não consegue parar.

Nas redes sociais, o "evento" que foi o episódio não para de repercutir. O Brasil está emocionado. Confira um pouco da repercussão:

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente ou quer comentar a história acima? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok

Veja também

Eles revelam uma intimidade que está acima de qualquer dificuldade e ainda afirmam se tratar de um amor incondicional

Últimas notícias