MidiaMAIS

Afiação de facas e cortes diferenciados: Festival da Carne de MS vai ensinar sobre churrasco e mais

Evento tem entrada gratuita e acontecerá em outubro

João Ramos Publicado em 24/09/2021, às 09h59

Evento promete fomentar e fortalecer o setor do turismo de eventos
Evento promete fomentar e fortalecer o setor do turismo de eventos

Olhar a picanha no espeto com a espessura da gordura na medida certa é de encher os olhos. Mas até chegar à mesa, o produto percorre um longo caminho que começa na fazenda e vem antes do bezerro, com as forrageiras. O "Festival da Carne de MS", que acontece de 8 a 10 de outubro, na Esplanada Ferroviária, em Campo Grande (MS), vai trazer especialistas que abordarão temas ligados à produção de carne desde a pastagem até o espeto.

A emissão do efeito de gases estufa será apresentada pelo pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Roberto Giolo. Dia 9 de outubro, às 11 horas, ele vai apresentar o resultado das pesquisas que geraram as marcas Carne Carbono Neutro (CCN) e Carne Baixo Carbono (CBC). A produção do sistema CCN sequestra o carbono por meio de árvores, já o protocolo CBC tem o componente solo. A premissa é recuperação de pastagem em mais de 50 milhões de hectares.

Michel Araujo e Silva e João Francisco Gasparoto da VPJ Alimentos falarão sobre a Compra de Bovinos e Carnes Especiais, no dia 9 de outubro, às 12 horas. O gestor de Pecuária na Fazenda Elge, Thiago Chiarapa, fala sobre a “Representação do Estado de MS no mercado da carne”. A palestra dele será no dia 9 de outubro, às 16 horas. Ele é médico veterinário e também representante da Alta Genetics.

Marcelo Bolinha (Foto: Divulgação)

No domingo, dia 10 de outubro, às 11 horas, a arte da cutelaria terá um workshop exclusivo com a Imperial Cutelaria sobre a "Manutenção e Afiação de Facas" e às 15 horas, o açougueiro, especialista em carnes, Marcelo ‘Bolinha’ apresentará diferentes cortes de carne bovina, ensinando técnicas para o melhor aproveitamento do animal. Bolinha é consultor empresarial em cortes de carne, com 30 anos de experiência no setor. Bolinha desenvolveu uma expertise em carnes que tem projetado o seu trabalho em território nacional e internacional e propõe uma série de cortes que inovam e vão além da forma tradicional de comercialização.

"A intenção é apresentar que mais do que a gente vê e saboreia no churrasco, a carne sul-mato-grossense tem qualidade por conta dos investimentos que são feitos do pasto ao espeto", apontou a realizadora do Festival da Carne do MS, que é consultora de marketing, cultura e gastronomia de MS e idealizadora do Beber e Comer MS, Márcia Marinho.

Brunão BBQ será um dos assadores no evento e participantes poderão saborear a carne (Foto: Divulgação)

Com a expectativa de reunir 700 pessoas por dia, o evento conta ainda com assadores reconhecidos no segmento como o curador do evento Brunão BBQ (@brunaobbq) e outros 10 assadores. "Os amantes do churrasco, tanto os que gostam de pilotar a churrasqueira quanto os que sabem apreciar uma boa carne, vão poder degustar a qualidade do conhecimento técnico com a formação desses verdadeiros chefs de cozinha na arte de churrasquear", garante Márcia.

Durante o festival, os visitantes têm entrada gratuita e poderão comprar alimentos e bebidas no local. Além disso, o evento promete fomentar e fortalecer o setor do turismo de eventos, que foi muito prejudicado durante a pandemia. Reunindo setores da produção e reprodução animal, a organização destaca que seguirá todos os protocolos de biossegurança.

Jornal Midiamax