MidiaMAIS

Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro leva cultura a 15 municípios do interior neste mês

A Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul continua com a maratona de apresentações teatrais gratuitas do projeto Circuito Sul-Mato-Grossense De Teatro pelo interior do Estado. Neste mês de junho foram programadas 15 apresentações que levam arte e cultura para as cidades. Já passou por Jardim, Porto Murtinho, Três Lagoas, Brasilândia e […]

Arquivo Publicado em 12/06/2012, às 15h48

None
664315138.jpg

A Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul continua com a maratona de apresentações teatrais gratuitas do projeto Circuito Sul-Mato-Grossense De Teatro pelo interior do Estado.


Neste mês de junho foram programadas 15 apresentações que levam arte e cultura para as cidades. Já passou por Jardim, Porto Murtinho, Três Lagoas, Brasilândia e Aparecida do Taboado, com o espetáculo “Tudo Porã Por Aqui” de Emmanuel Marinho.


Circuito


Na temporada 2012 estão previstas 40 apresentações em teatros, espaços alternativos, ruas e praças de 30 municípios do interior do Estado até setembro.


Por meio de edital, a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul selecionou oito espetáculos teatrais de grupos com atuação comprovada no Estado: Tudo Porã Por Aqui, de Emmanuel Marinho; Apareceu a Margarida, do Teatral Grupo de Risco; Conversa pra Mais de Metro, do Grupo Identidade Teatral; A Roupa Nova do Imperador, do Teatro Unicórnio; Cala a Boca e Grita, do Núcleo Artístico; O Palhaço no Meio da Rua, do Circo do Mato; Tekoha: ritual de vida e morte do Deus Pequeno, do Teatro Imaginário Maracangalha e El Magnífico Duelo, do grupo Desnudos Del Nombre.


O Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro busca divulgar as produções do Estado e estimular a cultura. Fomenta a formação de plateia e o surgimento de novos grupos por meio de ações alternativas, pesquisas e intercâmbios entre os participantes.


Em quatro anos o projeto já passou por 52 cidades e contemplou um público aproximado de 65 mil pessoas. O todo 36 grupos teatrais encantaram os participantes em 185 apresentações. “O Circuito possibilitou uma melhor visualização do que é produzido no Estado, já que muitas peças não são vistas no interior por falta de espaços. O projeto aproxima o espetáculo da platéia”, explica o coordenador do Núcleo de Teatro da Fundação de Cultura, Márcio Veiga.


“Investir no teatro é fortalecer a identidade cultural do Estado, aprimorar o pensamento crítico da população e oferecer a oportunidade de contato com essa arte profundamente criativa. Os investimentos aplicados nessa área demonstram o compromisso da Fundação de Cultura e do governo do Estado com a divulgação, o aprimoramento técnico e o registro dessa importante manifestação artística em solo sul-mato-grossense”, analisa o presidente da FCMS, Américo Calheiros.


Serviço: A entrada para todos os espetáculos é franca. Outras informações no Núcleo de Teatro da FCMS, pelos telefones (67) 3316-9172 ou 3316-9173.

Jornal Midiamax