Reincidente: governo de MS volta a anexar brasão do Estado em publicidade para eventos

O governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura de MS, voltou a pedir autorização para veiculação de publicidade institucional em período eleitoral para o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) com brasões do governo, que foi negada novamente pelo desembargador João Maria Lós, presidente em substituição do Tribunal. No pedido […]
| 11/08/2014
- 15:24
Reincidente: governo de MS volta a anexar brasão do Estado em publicidade para eventos

O governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura de MS, voltou a pedir autorização para veiculação de publicidade institucional em período eleitoral para o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) com brasões do governo, que foi negada novamente pelo desembargador João Maria Lós, presidente em substituição do Tribunal.

No pedido de publicidade dos eventos MS Canta Brasil, Cenasom, 3ª Temporada de Exposições 2014 e Som da Concha, constam símbolos e menção ao Estado de Mato Grosso do Sul e a suas secretarias.
O Tribunal solicitou a retirada dos itens. Também foi solicitada a participação da Seprotur na montagem de estandes na Feira do Empreendedor, mas o Tribunal não pode julgar a questão, já que nenhum material publicitário foi encaminhado para a análise.

O governo já havia tentado colocar o brasão do Estado no MS Canta Brasil no show do Sambô, mas foi vetado pelo TRE.

O pedido foi publicado no Diário Oficial do órgão do dia 12 de agosto, que foi divulgado com antecedência por causa do feriado jurídico.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias