Geral

PF não aponta culpado pela morte do índio Oziel e MPF vai pedir novas provas do crime

Após o inquérito da Polícia Federal não apontar nenhum culpado pela morte do índio Oziel Gabriel, o Ministério Público Federal poderá devolver o relatório à Polícia Federal pedindo mais diligências para nova coleta de depoimentos e indícios que possam  levar ao autor do homicídio. Segundo relatório apresentado pela PF, o inquérito concluído em dezembro não […]

Arquivo Publicado em 08/01/2014, às 11h36

None
1942681568.jpg

Após o inquérito da Polícia Federal não apontar nenhum culpado pela morte do índio Oziel Gabriel, o Ministério Público Federal poderá devolver o relatório à Polícia Federal pedindo mais diligências para nova coleta de depoimentos e indícios que possam  levar ao autor do homicídio.

Segundo relatório apresentado pela PF, o inquérito concluído em dezembro não apontou o autor do disparo nem foi encontrado o projétil que matou Oziel Gabriel durante um processo de reintegração de posse na Fazenda Buriti em Sidrolândia.

O conflito aconteceu em 30 de maio de 2013. De acordo com o relatório que contém 2.100 páginas foram colhidos depoimentos de mais de 70 pessoas, entre indígenas, policiais e jornalistas que presenciaram o conflito. Também foram apresentados laudos técnicos e periciais.

Para a assessoria do MPF também há a possibilidade de o relatório ser aceito e que seja apresentada denúncia à Justiça, no entanto, ainda não há posicionamento definido nem prazo para que seja apresentada esta definição, pois é preciso análise técnica do laudo.

Jornal Midiamax