‘Peladonas’ de Três Lagoas responderão criminalmente por ato obsceno

As mulheres que apareceram em fotos divulgadas nas redes sociais nuas e seminuas durante o evento MotoShow, em Três Lagoas, serão identificadas e responderão por ato obsceno. A Polícia Civil do município, a 338 quilômetros de Campo Grande, investiga o caso. De acordo com o delegado Vitor José Fernandes Lopes, titular da (DRP) Delegacia Regional […]
| 18/08/2014
- 16:01
‘Peladonas’ de Três Lagoas responderão criminalmente por ato obsceno

De acordo com o delegado Vitor José Fernandes Lopes, titular da (DRP) Delegacia Regional de Polícia de Três Lagoas, o trabalho agora é em função de identificar as mulheres. Um dos carros de luxo, o Porsche, vermelho, em que uma das mulheres aparece apenas com a parte de baixo do biquíni, já foi reconhecido.

Segundo o delegado, o veículo é de São José do Rio Preto (SP) e a polícia já sabe quem é o proprietário, o que ajuda a chegar até a identificação da mulher. Os policiais farão o reconhecimento fotográfico e, se localizadas, as autoras responderão criminalmente pelo ato obsceno.

O crime está previsto no artigo 233 do Código Penal como “praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público” e a pena é de três meses a um ano de detenção ou pagamento de multa.

O caso

Populares da cidade de Três Lagoas enviaram fotos e vídeos para o WhatsApp da redação do Midiamax denunciando mulheres nuas se exibindo pelas principais ruas da cidade. A concentração deste público foi por conta do MotoShow, evento promovido pelo Rotary Club do município.

Pelas ruas, motocicletas e veículos de luxo, a maioria com placas de São Paulo, se exibem com as mulheres nuas. Em volta deles, uma aglomeração de homens se amontoa para filmar e fotografar.

As imagens das mulheres chegaram a ser compartilhadas pelas redes sociais. Os sites da região também repercutiram o assunto e informaram que o evento é legalizado pela Prefeitura de Três Lagoas, que por nota lamentou a deturpação do propósito e informou que é contra os atos ilícitos que tenham acontecido paralelamente ao MotoShow pela cidade.

O evento ocorreu do dia 12 ao dia 17. Outra reclamação da população foi a quantidade de lixo acumulado nas avenidas principais da cidade por causa do evento. Garrafas e embalagens de bebidas alcoólicas ficaram espalhadas e só foram recolhidas na manhã desta segunda-feira (18).

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens pelo WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Últimas notícias