Geral

Negócio entre Inter e Sunderland por Scocco está “80% fechado”

O Internacional está se aproximando da venda do atacante argentino Scocco. Embora o presidente do clube, Giovanni Luigi, afirme que não há evolução nesta segunda-feira, a negociação está 80% concretizada e tem como prazo final quarta ou quinta. O Sunderland, da Inglaterra, pagará US$ 5 milhões e assumirá o restante das dívidas coloradas com o […]

Arquivo Publicado em 28/01/2014, às 11h29

None
72440531.jpg

O Internacional está se aproximando da venda do atacante argentino Scocco. Embora o presidente do clube, Giovanni Luigi, afirme que não há evolução nesta segunda-feira, a negociação está 80% concretizada e tem como prazo final quarta ou quinta. O Sunderland, da Inglaterra, pagará US$ 5 milhões e assumirá o restante das dívidas coloradas com o Newell’s Old Boys.


Nesta segunda, o jornal Olé, da Argentina, publicou que a negociação está concretizada, com os ingleses assumindo uma dívida do Inter com os argentinos de julho de 2013. O time colorado nega a situação, assim como o empresário Fabian Soldini. As partes, porém, estão confiantes para que a negociação tenha um desfecho positivo até quinta.


A negociação se encontra parada. Mas a fonte consultada coloca como 80% encaminhada. Apesar de torcer pelo final na terça, acha que as conversas se estenderão até quarta ou quinta. A janela de transferências internacionais se encerra nesta sexta. “Esta situação está sob os cuidados do presidente”, limitou-se a dizer o diretor de futebol Roberto Melo, durante treino no CT colorado.


Scocco atuou 20 vezes com a camisa colorada e marcou apenas quatro gols. Não manteve a mesma fase dos tempos de Newell’s na Copa Libertadores e se apresentou atrasado em 2014. Depois, declarou que não tem vontade de jogar no futebol brasileiro e quis se transferir ao exterior. Alguns clubes da Argentina, como o próprio Newell’s, River Plate e Racing tentaram a contratação, mas esbarraram nos valores.


O Sunderland é o vice-lanterna do Campeonato Inglês e contratou recentemente o goleiro Ustari, também argentino.

Jornal Midiamax