Geral

Motociclista bate em veículo e para sobre carroceria de picape

A colisão entre um carro e uma Honda CG 125 deixou o motociclista Johnny da Silva, 25 anos, com suspeita de fratura em um das pernas, na tarde desta sexta-feira (7), no cruzamento da rua Panambi com a San Martin, no bairro Tiradentes em Campo Grande. O motociclista foi arremessado e caiu sobre a carroceria […]

Arquivo Publicado em 07/03/2014, às 20h20

None
183476381.jpg

A colisão entre um carro e uma Honda CG 125 deixou o motociclista Johnny da Silva, 25 anos, com suspeita de fratura em um das pernas, na tarde desta sexta-feira (7), no cruzamento da rua Panambi com a San Martin, no bairro Tiradentes em Campo Grande. O motociclista foi arremessado e caiu sobre a carroceria de um veículo Saveiro que estava estacionada no local. Além de machucado, a vítima acabou quebrando a janela traseira da picape.


Trabalhador autônomo, Johnny trafegava na rua San Martin, no sentido sul/norte, e a condutora do carro, Gabriela Dutra Caldeira, estudante, de 20 anos, trafegava no sentido contrário. No momento do acidente, havia um caminhão estacionado  na esquina do cruzamento, o que acabou ajudando a causar o acidente, pois não estava estacionando em uma distância dentro do permitido.


De acordo com a Gabriela, o motociclista seguia em alta velocidade e saiu de trás do caminhão e ela não viu. Após, isto ele invadiu a pista em que a condutora estava. Neste  momento, a estudante faria a conversão para entrar pela esquerda na rua Panambi. O motociclista atingiu a dianteira do carro e passou por cima de outro veiculo estacionado até cair na carroceria da Saveiro.


O pai do motociclista, o trabalhador autônomo Cleiton José, 53 anos, afirmou que o filho não possui carteira de motorista. De acordo com o Corpo de Bombeiros a moto está em situação irregular junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran).


Testemunha do acidente a dona de casa Nair Lopes, 58 anos, viu o momento que o motociclista foi arremessado sobre a carroceria. “Achei que ele estava morto. Ele estava muito branco. Se não caísse na carroceria da caminhonete teria sido pior”, conclui.


A vítima foi levada com suspeita de fratura na perna, além de escoriações, e será encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande. O Corpo de Bombeiros está no local aguardando o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran).



Jornal Midiamax