Geral

Fiems e Prefeitura lançam programa Campo Grande Mais Qualificação

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, e o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, lançaram nesta sexta-feira (30), às 11 horas, no auditório térreo do Edifício Casa da Indústria, o Campo Grande Mais Qualificação. O programa de capacitação profissional desenvolvido pelo Senai articulado com a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), oferecerá 8 mil vagas […]

Arquivo Publicado em 30/05/2014, às 15h53

None
1271922687.jpg

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, e o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, lançaram nesta sexta-feira (30), às 11 horas, no auditório térreo do Edifício Casa da Indústria, o Campo Grande Mais Qualificação.

O programa de capacitação profissional desenvolvido pelo Senai articulado com a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), oferecerá 8 mil vagas em 89 cursos gratuitos distribuídos pelas regiões do Segredo, Bandeira, Anhanduizinho, Prosa, Lagoa e Imbirussú.

Para execução do Qualifica Campo Grande, serão disponibilizados 28 containers salas de aula e unidades móveis do Senai, salas de aula localizadas nos 19 Cras (Centro de Referência de Assistência Social) da Prefeitura e associação de moradores parceiras.

O Programa tem como público alvo pessoas com idade mínima de 16 anos e que estão cadastradas ou em processo de cadastramento no CadÚnico, mesmo que não seja beneficiário do Programa Bolsa Família ou do BPC (Benefício de Prestação Continuada), contribuindo para a qualificação dessa mão de obra e a inserção desses trabalhadores capacitados no mercado de trabalho.

Das 8 mil vagas disponibilizadas, 3.600 são no âmbito do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego). Os cursos já começam no próximo dia 23 de junho e as inscrições estão abertas.

De acordo com Jaime Verruck, diretor-corporativo da Fiems, o uso dos containers facilita a mobilidade. “Está instalado em um bairro e não está indo bem, muda-se para outro”.

Os cursos oferecidos são para suprir três áreas: construção civil, alimentos e indústria têxtil. Com as contrapartidas, o projeto custará R$ 8 milhões. ”Depois de cinco anos conseguimos firmar parceria com a prefeitura. Hoje é um grande dia, mês da indústria e aniversário do prefeito”, declarou Longen, que foi convidado para ser candidato ao senado pelo PT.

O presidente da Fiems agradeceu as associação de moradores e reforçou que as pessoas serão inseridas no mercado de trabalho e não ficarão penduradas em programas assistências, “que dão mais despesas para os cofres públicos”.

Jornal Midiamax