Geral

Direitos de respostas devem dominar últimos dias de propaganda no rádio e TV em MS

Propaganda eleitoral poderá ser veiculada até a quinta-feira (2). A Justiça Eleitoral concedeu diversos direitos de respostas que devem dominar os últimos dias de propaganda no rádio e televisão. Os candidatos ao governo que mais perderam tempo foram Delcídio do Amaral (PT) e Reinaldo Azambuja (PSDB). O petista vai perder um minuto, na televisão, no […]

Arquivo Publicado em 01/10/2014, às 13h37

None
1654531961.jpg

Propaganda eleitoral poderá ser veiculada até a quinta-feira (2). A Justiça Eleitoral concedeu diversos direitos de respostas que devem dominar os últimos dias de propaganda no rádio e televisão. Os candidatos ao governo que mais perderam tempo foram Delcídio do Amaral (PT) e Reinaldo Azambuja (PSDB).


O petista vai perder um minuto, na televisão, no 1º e 2º blocos da TV Morena e TV Guanandi; 1º bloco da Rede Record; e 1º. 2º e 3º blocos do SBT MS. Além disso, no rádio, o candidato perderá uma inserção na Mega FM e FM Cidades e três na FM Capital e Blink FM. A punição foi determinada por causa da propaganda veiculada no dia 18 de setembro que acusa Reinaldo de compra de votos depois da apreensão de dinheiro no veículo de seu advogado.


Também por acusar Reinaldo de compra de voto com recurso de “caixa 2” em propaganda eleitoral, Delcídio vai perder um minuto em dois blocos da TV Morena e em um bloco da Guanandi, TV SBT MS e Rede Record.


Já o tucano, perdeu dez minutos nas inserções de hoje e amanhã na TV Morena, SBT MS, Guanandi, Brasil Pantanal, Rede Record MS. A decisão foi baseada na propaganda que associou Delcídio como beneficiário dos recursos de desvio da Petrobras do dia 17 de setembro. A decisão judicial deve ser cumprida em inserções de um minuto ou duas de 30 segundos por cada emissora.


Reinaldo perdeu mais um na TV Rede Record do programa eleitoral de hoje por atacar o adversário do PT. Além disso, a Justiça determinou a perda de cinco minutos nas inserções de quinta-feira sendo um minuto na TV Morena, SBT MS, Guanandi, Brasil Pantanal, Rede Record MS.


Outro candidato que vai perder tempo de televisão é Nelsinho Trad (PMDB). O peemedebista terá de ceder um minuto das inserções na TV Morena, SBT MS, Guanandi e Rede Record MS e na rádio Mega FM nos quatro blocos de audiência. A punição foi em decorrência das acusações ao candidato tucano de compra de vereadores usando recursos de “caixa 2”.


Em caso de descumprimento por Delcídio ou Nelsinho, será aplicada multa diária de R$ 15 mil. No caso de desobediência por Reinaldo, a multa é de R$ 25 mil por dia.


Suspensão


A Justiça Eleitoral determinou a suspensão da propaganda de Nelsinho que usa uma matéria da revista Veja e acusa Reinaldo de receber dinheiro de uma empresa envolvida com esquema da Petrobras. Foi determinada a suspensão da propaganda sob pena de multa diária de R$ 15 mil.

Jornal Midiamax