Geral

Campo Grande adere à Campanha Passos que Salvam e pretende levar 10 mil às ruas

Campo Grande participa pela primeira vez da Caminhada Passos que Salvam. A campanha pelo diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil, idealizada pelo Hospital de Câncer de Barretos desde 2012, acontece em mais de 200 cidades do país. De início eram 21 cidades de São Paulo e Rondônia, mas desde o ano passado 80 municípios aderiram à […]

Arquivo Publicado em 12/09/2014, às 19h56

None
27359049.jpg

Campo Grande participa pela primeira vez da Caminhada Passos que Salvam. A campanha pelo diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil, idealizada pelo Hospital de Câncer de Barretos desde 2012, acontece em mais de 200 cidades do país.

De início eram 21 cidades de São Paulo e Rondônia, mas desde o ano passado 80 municípios aderiram à campanha, que obteve engajamento de sete Estados, dentre eles  Mato Grosso do Sul. E a meta neste ano é atingir mais de 250 cidades.

Coronel Sapucaia, Mundo Novo, Ivinhema, Nova Andradina e Angélica fazem parte da mobilização desde 2013. E neste ano, a Capital Morena também vai mostrar seu engajamento e pretende levar para as ruas mais de 10 mil pessoas solidárias ao câncer infanto-juvenil.

Para participar é preciso comprar o kit com camiseta, boné e cadarço, que está sendo vendido nos postos autorizados pelo Hospital de Câncer de Barretos. Cada kit custa R$ 25,00 e a verba arrecadada será investida para fortalecer a pesquisa clínica dos tumores e oferecer uma segunda chance de tratamento com novas drogas para pacientes com recaída ou em progressão de doença.

Além disso, o dinheiro vai incrementar a área de pesquisas de laboratório e genética baseadas no conceito de terapia-alvo e em tratamentos geneticamente personalizados para aumentar as taxas de cura.

Verde

A cor símbolo da Caminhada Passos que Salvam escolhida para ocupar as ruas em todo o país na mesma data, é o verde. De acordo com a coordenadora nacional da Campanha, Naima Khatib, que esteve presente no lançamento da caminhada em Campo Grande, a meta do Hospital de Câncer de Barretos é atingir em 2014, duzentas e cinquenta cidades em 11 Estados.

“Nós temos a pretensão de chamar a atenção para a identificação precoce da doença reconhecendo os sintomas, para que possamos aumentar os índices de cura no Brasil, que hoje é de 55%, para a taxa alcançada nos Estados Unidos que é de mais de 90% dos casos de câncer infantojuvenil”, destacou a coordenadora.

Sintomas

A campanha tem como intuito maior sensibilizar os pais, professores e profissionais da área de saúde a identificar sintomas recorrentes tais como: dores de cabeça pela manhã e vômito, caroços no pescoço, virilha e axilas, ínguas e dores nas pernas que não passam e atrapalham as atividades cotidianas, manchas arroxeadas na pele, como hematomas ou pintinhas vermelhas, aumento de tamanho na barriga ou brilho branco em um ou nos dois olhos quando a criança sai em fotografias com flash.

Mais informações ligue 3326-0771.

Jornal Midiamax