Geral

Bruninho desabafa e abandona o Brasil por salários atrasados

O levantador Bruninho, do RJ Esportes, desabafou em seu Facebook nesta sexta-feira e anunciou que está deixando a sua equipe do Brasil para defender o Modena, na Itália. Entre outros pontos, ele criticou a falta de profissionalismo no vôlei brasileiro e revelou que recebeu apenas um mês de salário desde o início da temporada. “Eu […]

Arquivo Publicado em 03/01/2014, às 13h48

None
1817543315.jpg

O levantador Bruninho, do RJ Esportes, desabafou em seu Facebook nesta sexta-feira e anunciou que está deixando a sua equipe do Brasil para defender o Modena, na Itália. Entre outros pontos, ele criticou a falta de profissionalismo no vôlei brasileiro e revelou que recebeu apenas um mês de salário desde o início da temporada.


“Eu e alguns companheiros de elenco recebemos apenas um mês desde o início da temporada, situação que me levou a tomar a decisão mais difícil da minha carreira: a de deixar o Brasil por algum tempo”, destacou o jogador da seleção brasileira de vôlei.


O jogador está fazendo as malas e irá defender o Modena pela segunda vez em sua carreira. O jogador também lamentou ter que ‘abandonar’ o Rio de Janeiro e agradeceu ao apoio dos torcedores.


“Jamais gostaria de deixar amigos, companheiros e uma torcida que nos apoia no meio de uma competição como a Superliga. Mas a situação se torna inevitável e, na nossa curta carreira de atletas, não podemos abrir mão dos nossos direitos como profissionais por praticamente uma temporada inteira”, destacou Bruninho.


Há pouco mais de dois anos dos Jogos no Rio de Janeiro, o armador também esbravejou ao citar o descaso que os esportes olímpicos sofrem com a falta de investimento e atacou: “É preciso valorizar o esporte coletivo que mais medalhas olímpicas e mundiais conquistou para o nosso Brasil”.


“Se isso acontece em uma modalidade com tanta visibilidade, e considerada por muitos a segunda mais importante do País, imaginem o que se passa com as que não têm o mesmo espaço na mídia”, concluiu Bruninho.

Jornal Midiamax