Geral

Operação Tolerância Zero realiza abordagens e prende ‘bicheiros’ na Capital

Crimes de menor potencial e contravenções penais, como o jogo do bicho, de azar, brigas e embriaguez, por exemplo, continuam como foco da ‘Operação Tolerância Zero’ nesta sexta-feira (20). Em rondas pelo bairro Coophasul, policiais militares prenderam, por volta das 9h, José Aparecido Barbosa da Silva, 45 anos. “Ele estava na rua Santa Elvira esquina […]

Arquivo Publicado em 20/04/2012, às 16h11

None

Crimes de menor potencial e contravenções penais, como o jogo do bicho, de azar, brigas e embriaguez, por exemplo, continuam como foco da ‘Operação Tolerância Zero’ nesta sexta-feira (20).


Em rondas pelo bairro Coophasul, policiais militares prenderam, por volta das 9h, José Aparecido Barbosa da Silva, 45 anos.


“Ele estava na rua Santa Elvira esquina com a rua Pedro Balduíno, em sua barraca. Foram encontrados 13 talões de jogos e um caderno de movimentação até o dia 17 de abril. Mas, suspeitamos de que o comércio que ele possui também seja um local de jogos e azar e vamos averiguar”, afirma o policial militar que atendeu a ocorrência.


José foi encaminhado a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, para o registro da ocorrência e responderá pelo crime, que prevê prisão simples de quatro meses a um ano e multa.


Ao mesmo tempo desta ocorrência, dez presos foram retirados para serem encaminhados ao presídio, sendo dois deles vindos do interior e o restante por furto, tráfico de drogas e roubo, prisões feitas em flagrante pela polícia na noite de ontem (19).


“Ontem (19), mesmo com o dia de paralisação na Depac, ainda atendemos ocorrências e diligências até um homicídio que ocorreu no bairro Nova Lima. Mas ainda não consideramos as delegacias lotadas”, diz o delegado Rodrigo Braga, plantonista da Depac.


E durante a manhã mais cinco “bicheiros” foram presos pela Polícia Militar nos bairros Ana Maria do Couto, Jardim Carioca, Silvia Regina e Nova Sergipe. Entre eles está um senhor de 80 anos, que foi encaminhado a Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social).


Negociação Salarial


Por parte da Polícia Militar, a ACS (Associação de Cabos e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), realiza uma assembleia geral hoje, por volta das 14h30, na Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), em Campo Grande.


Segundo a assessoria da ACS, a intenção é repassar a nova proposta do governo a categoria, que foi de 10,23% de aumento a soldados, o que representa R$ 87 a mais por mês e 6% para as demais patentes.


“A partir do debate de hoje, os militares irão decidir se mantêm a operação, realizam o aquartelamento ou aceitam a proposta. E as cidades do interior que estão com ações mais intensificadas são Dourados, Corumbá e Três Lagoas, nas quais apreenderam oito ônibus em vistorias na noite de terça-feira (17)”, informou a assessoria.

Jornal Midiamax