Geral

Flu joga mal, mas vence a Ponte Preta e segue perseguindo Atlético-MG e Vasco

O futebol esteve longe do esperado, mas o Fluminense aproveitou as chances que teve para vencer a Ponte Preta por 2 a 1, neste domingo, em Campinas. O gol da vitória foi marcado pelo atacante Fred, em cobrança de pênalti, aos 45 minutos do 2º tempo. Thiago Neves e Ferron completaram o placar. O resultado […]

Arquivo Publicado em 22/07/2012, às 23h45

None

O futebol esteve longe do esperado, mas o Fluminense aproveitou as chances que teve para vencer a Ponte Preta por 2 a 1, neste domingo, em Campinas. O gol da vitória foi marcado pelo atacante Fred, em cobrança de pênalti, aos 45 minutos do 2º tempo. Thiago Neves e Ferron completaram o placar. O resultado mantém a equipe do técnico Abel Braga na perseguição a Atlético-MG e Vasco no topo da tabela.


Pressionado pelas vitórias dos concorrentes diretos, o Fluminense iniciou a partida ciente da necessidade de partir para cima da Ponte Preta. Mas o que se viu no primeiro tempo foi um domínio absoluto do time da casa. O atacante Roger dava trabalho aos zagueiros tricolores e tinha Gum como a sua principal sombra.


O time de Campinas comandava as ações, enquanto a equipe carioca esperava o melhor momento para atacar. Quando tinha a bola no pé, o Fluminense desacelerava o jogo através do meia Deco. Porém, com Thiago Neves sumido da partida, a bola pouco chegava ao ataque.


Nikão e Roger aproveitavam os espaços deixados pelo zagueiro Anderson para levar perigo ao gol de Diego Cavalieri. No entanto, a superioridade da Ponte Preta não foi traduzida em gol. Quando já não se esperava uma reação, o Tricolor conseguiu abrir o placar, aos 44min. Thiago Neves cobrou falta, a bola passou por toda a pequena área e entrou no canto direito de Édson Bastos.


A Ponte Preta voltou para o segundo tempo buscando o empate, mas mesmo longe dos melhores dias o sistema defensivo do Fluminense conseguia neutralizar as investidas. Aos poucos, o Tricolor foi melhorando e chegou a criar jogadas para ampliar o placar.


Mas, de tanto pressionar, a Ponte Preta empatou o jogo. Aos 38min, João Paulo cobrou falta na intermediária. Ferron resvalou de cabeça e a bola entrou no canto esquerdo de Diego Cavalieri. Quando o jogo parecia definido, Wellington Nem sofreu pênalti de Gustavo, aos 43min. Com tranquilidade, Fred cobrou e garantiu a vitória para o Tricolor, aos 45min. Um resultado fundamental para o Fluminense em uma noite de pouco futebol em Campinas.


Jornal Midiamax