Geral

Em busca do tri, reservas do Santos cedem empate no fim

Os reservas do Santos venciam o XV de Piracicaba até aos 44min do segundo tempo, quando André Cunha converteu um pênalti sofrido por ele próprio e empatou o duelo por 1 a 1, na primeira rodada do Paulista-2012, no estádio Barão de Serra Negra. Na primeira etapa, o atacante Alan Kardec havia aberto o placar […]

Arquivo Publicado em 22/01/2012, às 00h13

None

Os reservas do Santos venciam o XV de Piracicaba até aos 44min do segundo tempo, quando André Cunha converteu um pênalti sofrido por ele próprio e empatou o duelo por 1 a 1, na primeira rodada do Paulista-2012, no estádio Barão de Serra Negra.

Na primeira etapa, o atacante Alan Kardec havia aberto o placar para os santistas, que neste sábado, foram comandados pelo assistente técnico Tata.

Com o empate, os dois times possuem um ponto na tabela de classificação do certame. O clube litorâneo é o atual bicampeão da competição.

Agora, na próxima rodada, o Santos enfrenta o Ituano, em São Caetano, enquanto o XV de Piracicaba visita o Botafogo.

O JOGO
No começo da partida, o XV de Piracicaba começou no ataque, principalmente nas descidas do lateral esquerdo Alex Cazumba, pelo setor. Logo aos 4min, ele cruzou na cabeça do atacante Vinícius Reis, que finalizou para fora, mas assustou o goleiro Aranha.

Os reservas santistas pareciam perdidos em campo, porém aos pouco equilibraram a partida e começaram a ter mais posse de bola e incomodar a equipe piracicabana.

Aos 29min, Rentería invadiu a área e chutou na trave do goleiro Gilson. Quatro minutos depois, Maranhão chegou à linha de fundo e tocou no meio da área, Rentería passou pela bola, que sobrou para Alan Kardec. Ele dominou e chutou livre. Santos 1 a 0.

O XV de Piracicaba ainda acertou uma bola na na sustenção da rede aos 38min, em chute do perigoso Alex Cazumba, ex-São Paulo. Três minutos mais tarde, o lance mais polêmico do primeiro tempo. Em uma disputa de bola com Toninho, Rentería acertou o braço no rosto do jogador rival. Os atletas do time mandante pediram o vermelho, mas o árbitro Thiago Duarte Peixoto advertiu o colombiano apenas com o amarelo.

Na saída para o intervalo, os jogadores da equipe de Piracicaba cercaram o juiz, mas a confusão foi rapidamente contornada.

Na segunda etapa, o Santos pouco produziu e tomou vários sustos. Aos 5min, após uma cobrança de escanteio, o defensor Diego Borges cabeceou no travessão. Aos 24min, a equipe mandante perdeu um gol incrível. Sem goleiro, o atacante Vinícius Reis, dentro da pequena área, chutou por cima da meta visitante.

O XV de Piracicaba continuou com a posse de bola, circundando a área santista, mas não conseguia entrar na defesa adversária. Só que aos 43min, o meio-campista André Cunha foi derrubado na área pelo lateral esquerdo Crystian –ambos os jogadores entraram no segundo tempo. O próprio André Cunha converteu a penalidade e empatou o confronto.

Jornal Midiamax