Geral

Chávez volta a Venezuela na próxima semana, diz presidente da Colômbia

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, informou nesta quarta-feira que seu par venezuelano, Hugo Chávez, lhe disse que voltará de Cuba na próxima semana, após uma cirurgia para a retirada de um tumor na semana passada. Os dois presidentes se encontraram em Havana, onde Chávez se recupera da operação, para discutir a situação da […]

Arquivo Publicado em 08/03/2012, às 01h31

None

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, informou nesta quarta-feira que seu par venezuelano, Hugo Chávez, lhe disse que voltará de Cuba na próxima semana, após uma cirurgia para a retirada de um tumor na semana passada.


Os dois presidentes se encontraram em Havana, onde Chávez se recupera da operação, para discutir a situação da América Latina e o comércio bilateral entre os dois países.


No domingo (4), o presidente venezuelano confirmou que a lesão extraída em Havana e que cresceu na mesma região onde, em 2011, foi extraído um tumor maligno, é uma “recorrência do câncer”, e por isso se submeterá em breve a radioterapia.


“O tumor foi extirpado em sua totalidade e foi confirmado o que já se supunha: o mesmo é uma recorrência do câncer diagnosticado inicialmente”, anunciou o presidente em um programa da rede de TV oficial VTV gravado no sábado (3).


Chávez passou por uma cirurgia no dia 27 em Havana, em uma intervenção na qual foi extraída uma lesão pélvica da mesma região de onde foi retirado um tumor cancerígeno em junho do ano passado.


O líder venezuelano viajou para Cuba no dia 24 para ser operado depois de ter sido diagnosticada uma lesão de dois centímetros.


Ainda não foi divulgado o prazo em que o presidente venezuelano ficará na ilha.


RECUPERAÇÃO


Na sexta-feira (2), Chávez havia afirmado que se recupera de forma lenta da cirurgia que fez para retirar a lesão, em entrevista à TV estatal venezuelana.


O mandatário disse que foi submetido a uma dieta especial e que está caminhando todos os dias e passando o tempo da recuperação com parentes. Ele agradeceu os apoios da população venezuelana e afirmou que “está começando a levantar voo de novo”.


“Graças a Deus, graças ao amor do meu povo continuo me recuperando. Graças a esse batalhão de médicos, enfermeiras, a atenção de Fidel [Castro], do povo cubano, do apoio infinito do povo venezuelano, o trabalho da minha equipe de governo e minha família”, afirmou.


Na breve mensagem telefônica à TV estatal venezuelana, Chávez se despediu com sua clássica frase “Viveremos e venceremos”. Na quinta-feira (1º), seus aliados haviam dito que o presidente voltou a trabalhar em questões governamentais em Cuba.


Jornal Midiamax