Geral

Militares realizam treinamento aéreo e população se assusta com artefatos luminosos em Corumbá

Na noite de domingo, 27 de novembro, por volta das 22 horas, dois aviões da Força Aérea Brasileira, modelos AMX, sobrevoaram alguns pontos de Corumbá, num treinamento aéreo. De acordo com informações do setor de Comunicação Social da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, sediada em Corumbá, cerca de 40 militares participaram da operação. Os […]

Arquivo Publicado em 28/11/2011, às 19h20

None

Na noite de domingo, 27 de novembro, por volta das 22 horas, dois aviões da Força Aérea Brasileira, modelos AMX, sobrevoaram alguns pontos de Corumbá, num treinamento aéreo. De acordo com informações do setor de Comunicação Social da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, sediada em Corumbá, cerca de 40 militares participaram da operação.

Os aviões partiram de Campo Grande para Corumbá, a fim de realizar treinamento em áreas de difícil visibilidade noturna, como a região do Lampião Aceso. Os aviões tinham alguns luminosos, mencionados como artefatos luminosos, que se assemelham a fogos de artifícios. O setor de comunicação da Brigada explicou que esses artefatos são utilizados para dar visibilidade em áreas de difícil acesso, ajudando assim, a guarnição do local no combate a crimes que possam estar ocorrendo, favorecidos pela falta de iluminação.

Quatro artefatos foram utilizados na operação. Após lançados, eles permaneceram de 3 a 5 minutos iluminando a área desejada. No céu corumbaense e ladarense, este artefato aguçou a curiosidade e a imaginação da população, por não estar acostumada a ver esse tipo de treinamento. Várias hipóteses foram levantadas, como a presença de OVNI (Objeto Voador Não Identificado), aviões que explodiram e até bombardeios.

A 18ª Brigada informou ao Diário que o treinamento foi realizado com sucesso, contando ainda com a participação de comitiva do Comando Militar do Oeste, de Campo Grande.

População

Pelo fato de os artefatos causarem um efeito luminoso, semelhante ao fogo, muitas pessoas pensaram que fosse, de fato, uma “bola de fogo”, como ressaltou Cheron Gonçalves, 28 anos, que chegou a gravar um vídeo dos artefatos.

“Estava com minha família tomando tereré na varanda de casa, quando começaram barulhos de helicóptero, de aviões. Já achamos estranho, pois em Ladário, nunca ouvimos aviões sobrevoarem esse horário, tão tarde da noite. Depois de algum momento, algumas bolas amarelas e meio avermelhadas surgiram no céu; pensamos que fosse uma bola de fogo, mas percebemos que com o passar do tempo, elas sumiam no céu. Todos os vizinhos saíram na rua para ver o que estava acontecendo. Depois disso, o assunto só foi esse, o que seriam essas luzes no céu. Ficamos muito assustados com o que aconteceu”, contou a dona de casa ao Diário.

Em Corumbá, os aviões puderam se vistos e ouvidos na parte alta da cidade. A jovem Alice Moreira, 19 anos, relatou que foi assustador, pois parecia que os aviões tinham caído em algum local.

“Estávamos em frente de casa, limpando a calçada, quando vimos os aviões. Eles passavam bem perto, nos assustamos pelo horário em que estavam sobrevoando. Pensamos até que fosse algo relacionado a contrabando, algo assim. Depois, ficamos observando, eles passaram várias vezes, até que depois de algum momento, eles sumiram e umas luzes surgiram no céu. Pensamos que os aviões tivessem explodido, parecia que eles haviam se chocado contra o morro e sumiram. Foi uma coisa muito estranha, pois não tinha visto algo assim em Corumbá”, ressaltou a jovem.

Abaixo veja o vídeo feito pela leitora Cheron Gonçalves e cedido ao Diário

Jornal Midiamax