Geral

Famílias de MS com parentes no Japão aguardam notícias após terremoto e tsunami

Mato Grosso do Sul tem a terceira maior colônia de japoneses do Brasil. Cerca de 15 mil dekasseguis sul-mato-grossenses moram no Japão e as famílias ainda aguardam informações.

Arquivo Publicado em 11/03/2011, às 11h38

None
1101955296.jpg

Mato Grosso do Sul tem a terceira maior colônia de japoneses do Brasil. Cerca de 15 mil dekasseguis sul-mato-grossenses moram no Japão e as famílias ainda aguardam informações.

Com a terceira maior colônia de japoneses no Brasil, Mato Grosso do Sul possui aproximadamente 15 mil dekasseguis, que são descendentes morando no Japão para trabalhar. As famílias de Campo Grande ainda aguardam informações sobre os parentes que estão no país, atingido nesta madrugada por um forte terremoto.

Segundo as agências internacionais, o tremor de terra atingiu a magnitude 8,9 e atingiu a costa nordeste do Japão. O governo japonês confirmou que pelo menos 40 pessoas morreram. A intensidade do terremoro foi tão forte que gerou um tsunami, uma onda gigante com potencial destrutivo, ameaçando países da costa do Oceano Pacífico.

Segundo a Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande, cerca de 15 mil sul-mato-grossense moram atualmente no Japão.

A embaixada do Brasil no Japão divulgou por meio de nota oficial, que não há notícias de vítimas brasileiras no terremoto. As comunicações no país estão prejudicadas e os celulares funcionam com limitações.

A telefonia fixa da capital japonesa opera com alguma irregularidade. A embaixada brasileira, que funciona em regime de plantão, pode ser contatada pelo email [email protected] ou ainda pelo telefone: 00 81 3 3404 5211.

Jornal Midiamax