Geral

Juiz-prefeito desmarca posse de Délia Razuk

Presidente da Câmara de Dourados assumiria prefeitura às 18h; comunicado do magistrado, sem razão aparente, suspendeu a cerimônia

Arquivo Publicado em 20/09/2010, às 20h27

None

Presidente da Câmara de Dourados assumiria prefeitura às 18h; comunicado do magistrado, sem razão aparente, suspendeu a cerimônia

Ao contrário do noticiado pela própria presidente da Câmara dos Vereadores de Dourados, Délia Rakuk, do PMDB, ela não será empossada hoje prefeita da cidade. A cerimônia aconteceria às 18h desta segunda-feira, na sede da Câmara.

Ainda não se sabe o motivo da mudança. Foi a vereadora Délia quem disse ao Midiamax, há pouco, que não assumiria mais a prefeitura nesta segunda-feira. Ela informou que recebera um comunicado do presidente do fórum do município, o juiz Eduardo Machado Rocha, prefeito interino, desmarcando a posse.

O magistrado ocupa a vaga do prefeito Ari Artuzi, sem partido, preso no dia 1º deste mês por envolvimento com esquema de fraude. Artuzi foi afastado do cargo por determinação judicial. Assumiria o lugar dele o vice-prefeito da cidade, Carlinhos Cantor, do PR, também preso. Cantor pediu liberdade, mas a Justiça indeferiu o pedido hoje. Ele moveu outro recurso.

Juristas ouvidos pelo Midiamax disseram que a posse de Délia fora desmarcada por uma “falha jurídica”. O vice-prefeito deve ser comunicado e, num prazo de dez dias, ele responde se aceita assumir a prefeitura ou não. Ocorre que a prisão dele é um fator determinante que pode impedi-lo de chefiar o município.

Jornal Midiamax