Geral

Jornalista diz que permanece em Dourados para “provar idoneidade”

O jornalista Eleandro Passaia, que ajudou a Polícia Federal na gravação de vídeos para comprovar um esquema fraudulento na Prefeitura de Dourados, disse que continua recebendo ameaças de morte, mas decidiu continuar na cidade “para provar a idoneidade”. Passaia aceitou o convite do juiz Eduardo Machado Rocha, nomeado para assumir a Prefeitura, e continua como […]

Arquivo Publicado em 04/09/2010, às 13h03

None

O jornalista Eleandro Passaia, que ajudou a Polícia Federal na gravação de vídeos para comprovar um esquema fraudulento na Prefeitura de Dourados, disse que continua recebendo ameaças de morte, mas decidiu continuar na cidade “para provar a idoneidade”.

Passaia aceitou o convite do juiz Eduardo Machado Rocha, nomeado para assumir a Prefeitura, e continua como Secretário de Governo de Dourados.

O jornalista anunciou, no mesmo dia em que a Operação Uragano prendeu a maior parte da administração municipal e da Câmara de Dourados, que já teria um livro de 110 páginas pronto para lançar narrando o epidódio.

Jornal Midiamax