Geral

Indústria mantém confiança na recuperação econômica

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) permanece alto, com registro de 62,8 pontos. Acima, portanto, da média histórica de 59,5 pontos, mas em trajetória de queda em relação a outubro do ano passado (65,9 pontos) e na comparação com setembro último (63,4 pontos). A pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) foi feita […]

Arquivo Publicado em 20/10/2010, às 18h51

None

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) permanece alto, com registro de 62,8 pontos. Acima, portanto, da média histórica de 59,5 pontos, mas em trajetória de queda em relação a outubro do ano passado (65,9 pontos) e na comparação com setembro último (63,4 pontos). A pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) foi feita com 1.922 indústrias de todos os portes entre os dias 4 e 9 deste mês.

Dos 26 setores pesquisados, 16 registraram redução do nível de otimismo na comparação com o mês anterior, com destaque para as indústrias farmacêutica, de limpeza e perfumaria, de veículos automotores e de outros equipamentos de transporte, que tiveram quedas superiores a 2 pontos no Icei.

Os índices relativos às indústrias extrativa e da construção civil caíram 1,9 ponto, enquanto o indicador manteve-se relativamente estável na indústria de transformação, com recuo de 0,1 ponto. Em contrapartida, os setores de plástico, calçados, metalurgia básica, móveis e indústrias diversas apresentaram crescimento de mais de 2 pontos.

O grau de confiança em outubro caiu nos três portes de empresa, comparado a igual período do ano passado. As grandes indústrias demonstraram perda de confiança de 4 pontos, as de porte médio, 3,8 pontos, e as pequenas exibiram queda de 1,3 ponto no índice de confiança. Todas permaneceram, porém, em patamar considerado otimista.

Jornal Midiamax