Geral

Homem é encontrado morto em borracharia que era sócio em Campo Grande

Homem morava sozinho no estabelecimento. No local, vizinhos ficaram surpresos com a notícia da morte

Arquivo Publicado em 27/12/2010, às 21h05

None

Homem morava sozinho no estabelecimento. No local, vizinhos ficaram surpresos com a notícia da morte

Um homem, identificado até o momento apenas pelo nome de Darci, foi encontrado morto em uma borracharia, no bairro Silvia Regina, em Campo Grande. Aparentemente não há sinais de violência.

Segundo o sócio, que não quis se identificar, Darci pesa aproximadamente 150 quilos, era hipertenso e morava na borracharia. O estabelecimento funcionava em sociedade entre os dois há aproximadamente três anos.

O sócio disse que conversou com Darci na sexta-feira. “Passei para desejar feliz natal. Ele me contou que ia passar o natal na casa de um irmão dele. Ele parecia bem naquele dia”, disse visivelmente abalado.

Na tarde desta segunda-feira o sócio foi até a borracharia e percebeu que a porta estava fechada por dentro e Darci não respondeu ao chamado. O sócio acionou o Corpo de Bombeiros e também a Polícia Militar.

Um sargento do Corpo de Bombeiros acabou arrombando a porta na crença de que Darci poderia estar passando mal dentro da borracharia e sem condições de responder. Na verdade o homem já estava morto no sofá do pequeno cômodo, com o ventilador ligado. A cadela de estimação que normalmente não ficava dentro da casa estava junto ao corpo e latia muito.

A borracharia fica ao lado de uma Unidade Básica de Saúde. A informação é que constantemente Darci ia fazer aferição de pressão arterial e também fazer curativos nas pernas. “Parecia que ele tinha trombose porque a perna era bem inchada”, disse uma funcionária da unidade.

A perícia, que foi solicitada por volta das 15 horas, chegou ao local somente às 19h10.


(matéria atualizada às 19h12 para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax